Diretor da Odebrecht que acompanhava Lula em viagens será solto hoje

Alexandrino Alencar, o diretor da Odebrecht que acompanhava Lula em suas viagens ao exterior, será solto hoje, depois de quatro meses preso em Curitiba.

Sede da Odebrecht (Foto: O Globo)
Sede da Odebrecht (Foto: O Globo)

O STF concedeu uma liminar ontem à noite. É o primeiro executivo da empreiteira que consegue a liberdade.

A decisão foi tomada pelo ministro Teori Zavascki.

Entre os grampos divulgados pela Lava-Jato, um deles flagra uma conversa entre Lula e Alexandrino quatro dias antes de o diretor da Odrebrecht ser preso.

Nas conversas os dois combinam uma ação para ajudar a melhorar a imagem do BNDES. Num dos grampos, Lula termina a ligação assim:

– Um abraço, meu irmão.

O GLOBO

Comentários

comentários