Dilma teve gastos de campanha pagos pela Andrade Gutierrez, afirma jornal

A empreiteira Andrade Gutierrez afirmou ter pago, de forma ilegal, despesas com fornecedores da campanha eleitoral de Dilma Rousseff em 2010.

Presidente Dilma Rousseff (Foto: Getty Images)
Presidente Dilma Rousseff (Foto: Getty Images)

As informações são do jornal Folha de São Paulo . O pagamento teria sido feito por meio de contratos falsos de prestação de serviço com a Pepper — agência que trabalhou para Dilma em 2010.

A afirmação foi dada em delação premiada de 11 executivos da empreiteira, e, segundo a Folha , é a primeira citação direta de irregularidade apurada pela Lava Jato que envolve as campanhas da presidente.

O pagamento seria de R$ 5 milhões, e teria sido disfarçado por meio de um contrato fictício entre a empreiteira e a Pepper.

Em 2010, a Andrade Gutierrez fez três doações oficiais que somavam R$ 5,1 milhões à campanha. Já o comitê da presidente declarou gastos de R$ 6,4 milhões especificamente com a agência.

Como se trata da campanha de 2010, não deve haver implicações dentro da Justiça Eleitoral, já que esse governo se encerrou em 2014. No entanto, ainda cabem ações criminais sobre o processo.

Comentários

comentários