Dilma reúne equipe ministerial pela primeira vez após reforma administrativa

A presidenta Dilma Rousseff vai reunir hoje (8) no Palácio do Planalto os 31 ministros de sua equipe. É a primeira reunião ministerial após a reforma administrativa anunciada na última semana e a segunda deste mandato de Dilma. O vice-presidente Michel Temer também vai participar do encontro, marcado para as 16h.

Dilma deve acertar a nova configuração do governo, após o corte de oito ministérios e o remanejamento de titulares de algumas pastas. Na segunda-feira (5), dez ministros tomaram posse. As mudanças da reforma administrativa também incluíram a extinção de secretarias nacionais e corte de cargos comissionados.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Segundo Dilma, além de reduzir custos e melhorar a gestão, a reforma foi feita garantir a unidade em um governo de coalizão. Ao anunciar a reforma, a presidenta disse que o objetivo é tornar a divisão de forças mais “equilibrada” e construir um ambiente de “coesão parlamentar”.

Na pauta do encontro desta quinta-feira, também devem estar o novo adiamento da análise de vetos presidenciais, pelo Congresso Nacional, a projetos que aumentam despesas e a rejeição das contas do governo de 2014 pelo Tribunal de Contas da União, recomendada ontem (7) por unanimidade pelo colegiado. O parecer agora será submetido à deliberação do Congresso Nacional e o governo precisa trabalhar para evitar uma derrota.

Visita de Estado

Às 20h, Dilma embarca para a Colômbia, onde fará uma visita de Estado. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, o principal objetivo da missão é fortalecer a relação econômica e comercial entre os países.

Em Bogotá, a agenda de Dilma inclui cerimônia de deposição de oferenda floral na Quinta de Bolívar, encontro com o presidente Juan Manuel e declaração conjunta à imprensa. A presidenta também vai visitar o Congresso Nacional colombiano, a Suprema Corte e participará, ao lado de Santos, do encerramento de um fórum de empresários dos dois países.

Dilma já esteve na Colômbia em 2012 para participar da Cúpula das Américas, mas essa será sua primeira visita de Estado ao país.

Agência Brasil

Comentários

comentários