Digital deixada em blindex leva polícia até acusado de assalto

Um trabalho da Polícia Civil em parceria com o Ministério Público e o Poder Judiciário resultou na prisão de Jean Carlos Graton do Nascimento. Segundo o site Caarapo News, ele é acusado de roubar uma residência em Caarapó.

Jean Carlos Graton do Nascimento preso pela Polícia Civil de Caarapó
Jean Carlos Graton do Nascimento preso pela Polícia Civil de Caarapó

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Caarapó, Rodrigo Blonkowski, no dia 22 de abril deste ano foi registrado o Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil por uma mulher que disse ter tido a casa invadida por um indivíduo magro com a face coberta, com um capuz, armado com uma faca de desossar carne e cabo branco. A vítima fechava a casa quando foi abordada.

Na ocasião o homem ordenou que ela abrisse a casa e exigiu joias da vítima, mas a mesma respondeu que não possuía. No mesmo instante a vítima entregou ao indivíduo uma caixa de semijoias que o autor não subtraiu. Nesse momento o mesmo utilizando-se de grave ameaça consistente na utilização da faca subtraiu o celular da vítima e empreendeu fuga em seguida.

Ainda conforme a polícia, antes de fugir, contudo, o autor teria passado a ameaçar a vítima dizendo que existiam mais dois comparsas do lado de fora da residência e caso procurasse a polícia iriam matá-la.

Imediatamente após cientificado da prática do delito a Polícia Civil ordenou a correta tipificação do delito, bem como determinou que o SIG- Setor de Investigações Gerais da Unidade procedesse diligências visando apurar a autoria delitiva e instaurou-se o Inquérito Policial.

Procedeu-se a colheita de digitais na residência da vítima, mais especificamente no blindex dos fundos da residência, o qual o autor forçou para adentrar no recinto. Conforme parecer do papiloscopista da unidade de Caarapó, apesar das digitais colhidas serem aptas a análise e guardarem grande semelhança com as do autuado, oficiou-se ao instituto de perícia em Campo Grande com pedido de urgência para um parecer.

Ainda, intimou-se a vítima para complementar seu depoimento e realizar reconhecimento pessoal, oportunidade em que sem titubear e sem a menor sombra de dúvidas, reconheceu Jean como o autor dos delitos.

O autor Jean fora recentemente (12/04/2016) autuado em flagrante delito pela Equipe da Polícia Civil de Caarapó pela prática do delito de furto qualificado pelo rompimento de obstáculo e concurso de pessoas e, em manifesto ultraje à Justiça, logo após sua soltura voltara a delinquir.

O delegado Rodrigo Blonkowski informou ainda que a equipe da Polícia Civil está sempre atenta aos delitos contra o patrimônio na cidade, atuando tanto na prevenção quanto na repressão.

Comentários

comentários