Dia mundial da conscientização do Autismo acontece na Capital

autismoO dia 2 de abril é datado com a celebração do Dia mundial da conscientização do Autismo, que está em especial, sendo divulgado e trabalhado em Campo Grande durante esta semana, pela Associação dos Fonoaudiólogos de Mato Grosso do Sul (Afams). A presidente da entidade, Stella Maris Cortez Bacha, esteve no fim da manhã de hoje, 1º de abril, na sede do grupo Capital de Comunicação, onde falou na FM Capital e gravou ao Página Brazil um vídeo resumindo e esclarecendo sobre o tema e a data especial, que atinge no país, cerca de 2 milhões pessoas no grupo.

A presidente comenta, por exemplo, que o conhecido ‘autismo’, é o Transtorno do Espectro Autista (TEA), que engloba várias vertentes. “O TEA, engloba o antes denominado autismo clássico, ao autismo de alto desempenho (sindrome de Asperger), dentre outros quadros semelhantes. A partir de 2013, a designação é somente TEA, que é considerado um trasntorno do desenvolvimento de causas neurobioogicas, que podem ser definidos de acordo com critérios eminentemente clínicos”, explica Stella, Fonoaudióloga especialista em Motricidade Orofacial.

Stella lembra, que ainda há um preconceito por falta de informação, e com isto, o Dia criado há quase uma década, como a cada momento do dia-a-dia, ainda tem muito a repassar e informar. “O dia 2 de abril, foi criado pela ONU no final de 2007, para que cerca de 70 milhões de pessoas com autismo no mundo pudessem viver sem o olhar constante do preconceito por falta de informação. No Brasil são pelo menos 2 milhões e muito gente acha que são ‘gracinhas’ de criança. Mas se seu filho apresenta comportamentos inadequados, como birras constantes, atraso no desenvolvimento da fala, pouco contato visual e de interação social, procure um profissional. Porque é necessário, para iniciar um tratamento, mesmo sem diagnóstico definitivo”, esclarece.

Pelo Dia, a Fonoaudióloga lembrou que a Associação, participa da campanha para ampliar os esclarecimentos. “Estamos divulgando pela imprensa, em matérias, e pela rede social, informações constantes sobre a atuação da fonoaudilógica, nas diversas áreas de atuação, mostrando a realidade para esclarecer e colocamos à disposição o site afams.org.br, onde também é possível ser enviado mensagens com dúvidas para esclarecermos. O dia 2 de abril é um ponto de chegada ou partida para ampliarmos o tema e fazer esta conscientização”, finaliza Stella Maris.

 Lúcio Borges

Comentários

comentários