Dia do Juízo Final! Maior campeão contra maior virada; Grêmio e Atlético-MG decidem Copa do Brasil

Paguem seus pecados, orem e jejuem, os Deuses do Futebol farão seu julgamento esta noite. Sem piedade, o merecedor subirá aos céus com a taça nas mãos. Amém!

Grêmio e Atlético-MG jogam nesta quarta-feira, a partir das 20h30 (de MS), na Arena, em Porto Alegre. Um deles vai sair de campo fazendo história. Os mandantes querem se tornar o maior campeão de todos os tempos da Copa do Brasil, enquanto que os visitantes terão de buscar a maior virada numa decisão do certame nacional.

ESPN

A equipe da capital gaúcha surpreendeu e venceu o primeiro jogo, há duas semanas, no Mineirão lotado de atleticanos com muita autoridade: 3 a 1, com dois gols de Pedro Rocha e um de Éverton – Gabriel diminuiu para os mineiros. Assim, o quinto troféu da Copa do Brasil está muito perto de ficar no salão tricolor.

 Se conquistar o feito, o Grêmio será o primeiro com este número de taças no torneio mata-mata nacional – ganhou em 1989, 1994, 1997 e 2001 (a última de pompa do clube). Renato Gaúcho e companhia passariam, então, o Cruzeiro, que tem quatro: 1993, 1996, 2000, além de 2003.

O pentacampeonato gremista do torneio, além da manutenção do oitavo lugar no Campeonato Brasileiro, renderiam ao clube gaúcho a liderança do ranking da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Desta forma, ele lideraria com 15.078 pontos. Caso fique em sétimo na Série A, aparecerá na ponta com 15.118. No último ranking, o Grêmio ficou na segunda posição, com 14.210 pontos.

Já o caso do Atlético-MG é complicado. Os 3 a 1 sofridos em casa fazem com que o time de Minas Gerais tenha de fazer algo que só aconteceu quatro vezes na história da Copa do Brasil: uma virada na final.

Pior que isso, nunca uma reversão de placar foi necessariamente tão grande.

Para ser campeão no tempo normal, o “Galo” precisa vencer os gaúchos por três gols de diferença, uma vez que não existe mais o critério de desempate pelo número de tentos marcados fora de casa (triunfo gremista por dois gols leva a decisão para os pênaltis).

Em 2008, o Sport perdeu a primeira partida da decisão para o Corinthians, no Morumbi, por 3 a 1. Como o critério ainda era utilizado, os pernambucanos necessitavam fazer 2 a 0 para ganhar o torneio pela primeira vez. E conseguiram, com gols de Carlinhos Bala e Luciano Henrique, na Ilha do Retiro, em Recife.

As outras três oportunidades em que um time virou o placar do primeiro confronto (com um só gol de diferença) aconteceram em 1992 (Inter venceu o Fluminense), 1998 (Cruzeiro bateu o Palmeiras) e 2015 (Palmeiras ganhou do Santos, nos pênaltis).

EM CAMPO GRANDE

Na capital morena a expectativa também é enorme, os torcedores gremistas de Campo Grande vão se reunir no Centro de Tradições Gaúchas Tropeiros da Querência, quem quiser assistir a partida no reduto sulista, será bem vindo. A entreada é franca e as porteiras abrem às 19h30.

A única proibição do local é o uso de roupas vermelhas, por causa do rival Internacional.

Já os torcedores do Galo estarão no restaurante Trem Mineiro, à partir das 20h e contam com a ajuda dos colorados na torcida contra o tricolor gaúcho.

AS EQUIPES

No Grêmio, em treinamento parcialmente fechado para a imprensa, o técnico Renato Gaúcho não esboçou a equipe que deve entrar em campo, mas não deve apresentar grandes novidades na escalação.

O único desfalque é o atacante Pedro Rocha, que cumpre suspensão após ter sido expulso no primeiro jogo da decisão, em Belo Horizonte. Seu substituto, porém, não deve ser novidade, com Everton entrando na vaga. No restante, a equipe deve ser a mesma que atuou no jogo de ida.

Já no Atlético-MG, apesar da desvantagem criada no primeiro confronto da final, o técnico interino Diogo Giacomini poderá surpreender na escalação: ele deve optar por um esquema com três volantes.

O treinador explicou que usar um jogador de marcação a mais pode ajudar na defesa e ainda não perderá na saída de jogo por causa da boa capacidade de Rafael Carioca. Caso mude de ideia, a tendência é que o atacante Luan forme trio com Robinho e Lucas Pratto.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO x ATLÉTICO-MG

Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 7 de dezembro, quarta-feira
Horário: 20h45 (de MS)
Arbitragem: Luiz Flavio de Oliveira (SP), com Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Kleber Lucio Gil (SC).

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon e Walace; Ramiro, Douglas e Everton; Luan. Técnico: Renato Gaúcho

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Erazo, Gabriel e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso, Rafael Carioca (Luan) e Maicosuel; Robinho e Lucas Pratto. Técnico: Diogo Giacomini

Com Informações do site da ESPN

Comentários