Devendo cerca de R$ 500 mil de pensão, Latino corre risco de ser preso

Entre junho de 2014 até hoje, cantor deveria ter pago R$ 170 mil, no entanto, pagou apenas R$ 30 mil à mãe de Valentina

Rio – Um mês após anunciar o fim de seu casamento, Latino corre o risco de ir parar na cadeia. E o motivo não é a separação com a modelo Rayanne Morais, mas sim a pensão alimentícia que ele deve a Valentina, a filha de 2 anos e 8 meses que o cantor teve com Gláucia Deneno, 30 anos. Ao DIA, o advogado da mãe da criança, Fernando Yamagami Abrahão, explicou que, entre junho de 2014 até hoje, o dono do hit “Festa no Apê” deveria ter pago R$ 170 mil, no entanto, pagou apenas R$ 30 mil.

Latino dorme com seu macaco Twelves. 'Impressionante como os bichos absorvem a ternura brumal das nossas almas', escreveu cantor em rede social Foto:  Reprodução / Instagram
Latino dorme com seu macaco Twelves. ‘Impressionante como os bichos absorvem a ternura brumal das nossas almas’, escreveu cantor em rede social Foto: Reprodução / Instagram
Gláucia Deneno com Valentina Foto:  Reprodução / Instagram
Gláucia Deneno com Valentina Foto: Reprodução / Instagram

“Ele já está sendo intimado pela Justiça a fazer o pagamento do restante. Creio que em dois ou três dias deva vir um despacho do juiz para que ele pague o valor da dívida, apontada sob pena de prisão”, contou o advogado.

Segundo Fernando Yamagami Abrahão, Latino acumula ainda uma dívida de R$ 350 mil, referente à pensão atrasada desde o nascimento de Valentina. “O retroativo, ou seja, anterior a junho de 2014, será cobrado de uma forma que não termine em prisão. Ele poderá responder com bens particulares dele. Já existe ação em andamento e ele já foi intimado a pagamento sob pena de penhora”, afirmou o advogado, acrescentando: “Não sabemos se existem bens em nome dele, mas vamos fazer uma pesquisa para verificar a possível existência e pedir penhora. Em uma semana, deve sair uma resposta do juiz sobre como será quitado o débito anterior”.

A assessoria do cantor informou que ele não comentará o caso.

O DIA

Comentários

comentários