Desembargador decreta prisão de Olarte e Amorim

O desembargador Luiz Cláudio Bonassini, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, acatou o pedido de prisão, impetrado pelo Ministério Público Estadual, contra o prefeito afastado Gilmar Olarte e do empresário João Amorim.

Os pedidos de prisão ocorreram após a Operação Coffee Break, do Gaeco
Os pedidos de prisão ocorreram após a Operação Coffee Break, do Gaeco

A decisão foi confirmada no início da manhã desta quinta-feira (1), e oficiais de Justiça já procuram Olarte e Amorim.

No início da manhã, oficial de Justiça e policial militar, em carro descaracterizado, foram até a casa de Olarte, no bairro Itanhangá Park, e permaneceram por 20 minutos na casa do ex-prefeito. Eles fizeram buscas na residência, mas não encontraram Olarte.

Apesar da prisão de João Amorim também ter sido decretada, até agora nenhuma movimentação foi vista na casa dele. A reportagem acompanha o caso.

Advogado de Olarte, Jail Azambuja afirma que vai entrar com pedido de habeas corpus para evitar a prisão de seu cliente. Ele considera o pedido sem motivo. “É um absurdo, Gilmar Olarte sequer foi chamado para prestar esclarecimentos”. Olarte não vai se entregar.

Para ele, seu cliente sempre colaborou com o MPE, que havia solicitado a apreensão do aparelho celular, que foi entregue. A reportagem não conseguiu contato com a defesa de Amorim.

Ainda não foi confirmado a resposta sobre o pedido de afastamento dos parlamentares Coringa (PSD), Carla Stephanini (PMDB), Carlão (PSB), Edil Albuquerque (PMDB), Edson Shimabukuro (PTB), Eduardo Romero (PTdoB), Flávio Cesar (PTdoB), Chiquinho Teles (PSD), Gilmar da Cruz (PRB), João Rocha (PSDB), Jamal Salem (PR), Airton Saraiva (DEM), Otávio Trad (PTdoB), Paulo Siufi (PMDB), Vanderlei Cabeludo (PMDB), Delei Pinheiro (PSD) e Chocolate (PP).

Os pedidos de prisão ocorrem após a Operação Coffee Break, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), que investiga compra de votos para a cassação de Alcides Bernal.

Comentários

comentários