Deputado promove audiência pública para debater os desafios dos frigoríficos em MS

O deputado estadual João Henrique Catan (PL), o mais jovem parlamentar de Mato Grosso do Sul, promoverá audiência pública no próximo dia 09 de julho, das 13h às 17h, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, sobre o tema “Desafios dos Frigoríficos em MS”. Atualmente – dados de 2018, fornecidos pela FIEMS -, Mato Grosso do Sul tem 134 unidades frigoríficas (de peixe, bovinos, aves e suínos), gerando 26.135 empregos e com valor de produção registrado de R$ 14,50 bilhões, mas a cadeia enfrenta sérios problemas.

Proposta visa a criação de estratégias de fortalecimento deste setor em nosso Estado – Foto Luciana Nassar

Esta audiência pública tem como fundamento a preocupação em diagnosticar a realidade da indústria de frigoríficos em nosso Estado, avaliando os resultados das empresas em operação e, principalmente,  elencando os problemas encontrados nas unidades que tiveram seus trabalhos encerrados, visando subsidiar os produtores rurais, sindicatos rurais, governo e todos os agentes de interesse, com informações fidedignas para a avaliação do cenário observado, de modo a contribuir para a tomada de decisões desse setor que tem papel fundamental no desenvolvimento do Estado.

No início de junho deste ano, o frigorífico Marfrig confirmou o fechamento da unidade localizada no município de Paranaíba, por meio de nota enviada por sua assessoria de imprensa, culminando na demissão de mais de 500 funcionários. A nota não explicou o motivo do encerramento das atividades da empresa.

Hoje, na pecuária, o crescimento deve-se principalmente a bovinos, suínos e frangos. Entre esses, o destaque maior é do frango, com crescimento de 13% no valor da produção. Porém, a crise econômica brasileira, a diminuição da demanda interna, a Operação Carne Fraca, entre outros fatores, levaram ao fechamento de várias unidades no Estado ao longo os últimos 5 anos.

“O maior objetivo é pensar como criar estratégias de fortalecimento dos frigoríficos, analisando toda cadeia produtiva da carne, encontrando todos os problemas pontuais, principalmente na garantia do mercado com um valor competitivo, na modernização das regras e medidas fiscais e principalmente a garantia dos direitos dos empresários e trabalhadores envolvidos”, destaca João Henrique.

Representantes do Governo do Estado, da Fiems, da Famasul, do Tribunal de Contas de MS, do Iagro, empresários do setor e da sociedade civil estão presentes no evento, que será realizado das 13h às 17h, no Plenário Deputado Júlio Maia.

Comentários