Dependente de drogas, brasileiro é executado no Paraguai com 36 tiros

Na manhã dessa terça-feira, dia 22, por volta das 8h30min, no Bairro Maria Vitória, na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã-MS, o brasileiro Adilson da Silva, conhecido como “Hippie”, de 36 anos, foi executado com vários tiros por homens que estava em um carro preto.

Foto: Ronald Ledesma
Foto: Ronald Ledesma

O crime aconteceu entre as Ruas Isaac Alvarez e Fulgencio R. Moreno. De acordo com informações da rádio Oasis FM, a vítima estava transitando na rua carregando uma TV quando foi alcançado e executado.

Natural de Itajaí (SC), Adilson era filho de Jandira da Silva e Amaro Lídio da Silva. Segundo policiais paraguaios, ele levou 36 tiros de pistola 9 milímetros – pelo menos 23 deles nas costas.

Hippie vivia nas ruas da cidade paraguaia e tinha várias passagens por furtos. Ele era usuário de drogas, segundo pessoas que o conheciam.

Comentários

comentários