Denar prende 132 pessoas por tráfico em MS no último semestre

Lúcio Borges

A policia estadual prendeu mais de uma centena de pessoas por tráfico de drogas em Mato Grosso do Sul, somente no último semestre ou em seis meses de 2019. O número de envolvidos presos e uma quantia mediana de apreensão de entorpecentes, foi divulgado  nesta segunda-feira (1º), em balanço da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico). A ação somente da policia da área especifica mostra que no último semestre a unidade policial apreendeu mais de 700 quilos de drogas e prendeu 132 pessoas.

“Ao todo foram lavrados pela Denar 84 prisões em flagrante, totalizando 132 presos. Além disso, foram cumpridos pelos policiais 36 mandados de prisão, apreendidos 34 veículos automotores e 9 armas de fogo. Entre janeiro e junho deste ano, em ações diárias de repressão ao tráfico de drogas em Campo Grande, a Denar ainda tirou de circulação 624,5 quilos de maconha e 95,4 de cocaína”, aponta descritivo do balanço oficial.

Conforme o delegado Gustavo Ferraris, titular da Denar, a Delegacia atua em três frentes, sendo elas a repressão ao narcotráfico, a prevenção ao uso de drogas, com palestras em escolas públicas e privadas e também na destruição de drogas, trazendo um caráter pedagógico aos trabalhos desenvolvidos.

“É uma forma de demonstrarmos à sociedade tudo o que produzimos em termos de combate ao crime desde o começo, com o a prisão, passando pela condenação e chegando a ação fim de combate ao narcotráfico que é a destruição daquilo que foi apreendido”, explica Ferrari, que lembra ainda que houve neste ano, duas grandes incinerações de drogas realizadas na Capital, totalizando juntas a destruição de mais de 17 toneladas de drogas.

Procedimentos policiais

No semestre a Denar registrou 224 boletins de ocorrência, com 54 detidos por posse de drogas, instaurou 565 inquéritos e 178 termos circunstanciados de ocorrência (TCO), para apurar o tráfico de drogas na capital.

Comentários