Definidos os suplentes para votação de abertura da Comissão Processante

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS) definiu nesta segunda-feira (1º) os suplentes de vereadores para a votação de abertura da comissão processante contra o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP). A Câmara Municipal ainda não foi comunicada pelo tribunal.

Suplente de Vereador Roberto Durães (PT), Foto Reprodução Facebook
Suplente de Vereador Roberto Santos Durães (PT),, Foto Reprodução Facebook

Os três suplentes escolhidos foram Roberto Santos Durães (PT), Lúcio Rodrigues Maciel (PT) e Elbio Dos Santos Mendonça (PPS). Outros três suplentes também foram definidos em caso de ausência dos primeiros: Aldo Eurípedes Donizete (PPS), Gilvano Kunzler Bronzoni (PPS) e Cristiano José Venceslau (PT).

Os suplentes vão substituir os vereadores Thaís Helena (PT), Alex do PT e Luiza Ribeiro (PPS) que pediram abertura da comissão processante.

Segundo o procurador jurídico da Câmara, Fernando Pineis, depois do tribunal comunicar oficialmente o Legislativo, corre um prazo, de pelo menos 24 horas, para convocar os suplentes. Até o início da noite de segunda-feira, a Câmara não tinha sido comunicada.

A votação de abertura da comissão processante deve acontecer só na próxima terça-feira (9) por causa do prazo para convocar os suplentes e do feriado de Corpus Christi na quinta-feira (4).

Para ser aberta a comissão, serão necessários 20 votos favoráveis dos 29 vereadores. Depois de oficializada, serão escolhidos cinco integrantes que terão 90 dias para analisar as denúncias e apresentar um relatório indicando ou não a penalidade ao prefeito.

Comentários

comentários