De olho em uma revanche, Dillashaw não engole derrota

Muito se falou sobre o resultado da luta entre Dominick Cruz e TJ Dillashaw. Enquanto os juízes deram ao desafiante a vitória e, consequentemente, o cinturão dos galos do Ultimate, para várias pessoas o ex-campeão saiu como vencedor. Para Dillashaw, desde a noite do confronto, a decisão dos juízes foi equivocado e uma revanche é algo natural.

Cruz e Dillashaw em ação, em Boston - Foto: Getty Images
Cruz e Dillashaw em ação, em Boston – Foto: Getty Images

Em entrevista a “Fox Sports”, o americano afirmou que merece a oportunidade de retomar o cinturão e ainda cravou que ainda se vê como real dono da divisão.

– Eu realmente acredito que é minha luta, meu cinturão e eu quero isso. Não acho que ninguém mereça uma chance de disputar o título antes de mim. Ainda sou o campeão.

Dillashaw reviu o combate diversas vezes e a conclusão foi a mesma: teria saído como vencedor. Para o ex-campeão, que revelou ter analisado o duelo já na volta para casa no avião, os juízes erraram em algumas marcações.

– Tem sido difícil dormir algumas vezes. Primeiro de tudo, tenho que dizer que Dominick Cruz estava bem, foi uma grande luta, dura, eu vi isso, estava super entretido. Na noite da luta fui perguntado em todas as entrevistas e disse que achei que tivesse vencido. Foi muito apertado, mas acho que ganhei três round. A primeira vez que vi a luta, na viagem de avião para casa, tive ainda mais certeza. Acho que os juízes marcaram pontos que não deveriam marcar.  (Globoesporte)

Comentários

comentários