De “alma lavada”, Delcídio deseja retornar para vida política: ‘Não terminei essa missão ainda’

Michael Franco

Delcidio nos estúdios da Capital 95 FM (Foto: Michael Franco)

O ex-senador da República pelo Partido dos Trabalhadores, Delcídio do Amaral conversou com a reportagem do Página Brazil, após participar do programa Tribuna Livre, na manhã desta quarta-feira (01). Atualmente no PTC, ele analisou o cenário de seu envolvimento nas investigações da Operação Lava Jato e salientou sua inocência no caso. “O próprio juiz que me absolveu, à luz dos fatos, dos documentos, viu que eu agi de boa fé e dentro da lei”.

Nas palavras do próprio entrevistado, ele está “de alma lavada e de volta para a vida”. Delcídio não escondeu a vontade de retornar para a vida pública e disputar eleições, no entanto, é provável que a recuperação dos direitos políticos não chegue a tempo para uma candidatura neste ano. “O tempo da justiça não é o mesmo que eu preciso para eventualmente participar dessas eleições, mas, quanto ao mérito, não tenho dúvida que vou resgatar meus direitos políticos”.

Ele afirmou ainda que planeja continuar na política porque considera que não concluiu seu projeto como representante popular. “Eu fiz uma política sempre olhando o cidadão e eu não terminei essa missão ainda. Mais do que nunca eu tenho orgulho da minha história e vou continuar trabalhando por Mato Grosso do Sul e olhando especialmente os eleitores do nosso estado”.

“daí disseram [pt]: isso é problema do delcídio. não temos nada a ver”

Desligamento do PT

Durante a entrevista na emissora de rádio, Delcídio do Amaral citou a convivência com o Partido dos Trabalhadores durante e após os acontecimentos em que estava envolvido. Ele afirmou que o PT sempre prestava apoio aos parlamentares qualquer fosse o caso em que estavam envolvidos, mas por jogo político, isso não aconteceu com o ex-senador.

“O partido sempre foi muito leal, independentemente do que alguns fizeram. No meu caso não. Duas horas depois do acontecido disseram ‘isso é problema do Delcídio nós não temos absolutamente nada a ver’. E aí o que aconteceu, o senado disse: ‘se o partido dele não o defende, por que nós vamos defender?’ então vai o Delcídio e ficamos nós”.

Vida nova no PTC

Em abril deste ano, veio à tona a notícia da filiação de Delcídio do Amaral ao Partido Trabalhista Cristão. Com o abandono do PT, ele enxerga na nova legenda uma boa oportunidade para reformular sua vida pública. Conforme dito na entrevista, ele já iniciou uma articulação pelos municípios.

“Eu estou começando a estruturar um bloco, conceituado dentro de uma realidade política que virá. A velha política conseguiu sobreviver a essa eleição, mas não vai sobreviver por muito tempo. O Brasil mudou e o povo vai dar o troco da rua, em uma eleição que do ponto de vista de voto válidos vai ser um grande fracasso”.

Confira a participação de Delcído no programa Tribuna Livre:

 

Comentários