Datena desiste de ser candidato ao Senado nas eleições de 2018

Estadão Conteúdo

Recém-filiado ao DEM, o apresentador José Luiz Datena desistiu de sua candidatura ao Senado. O anúncio foi feito por ele mesmo nesta segunda-feira (9) na abertura do programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes, que ele voltou a apresentar.

Segundo o apresentador, a decisão foi tomada após conversar com sua família. “É a segunda vez que eu me proponho a ajudar o meu país, sem ser aqui no programa, mas não era a hora”, afirmou.

Em entrevista à coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, na última quinta (5), ele confidenciou que estava sofrendo pressão da família para não tentar a vida na política. Mesmo assim, no sábado, ele disse à jornalista que tinha tomado uma decisão e seria, sim, candidato ao Senado.

Datena chegou a ser apresentado como pré-candidato do DEM ao Senado por São Paulo em evento no último dia 28 de junho. Ele faria parte da chapa Acelera São Paulo, que leva o ex-prefeito de São Paulo João Doria (PSDB) como candidato a governador do estado.

No fim de junho, Datena havia comunicado oficialmente à Band que deixaria de apresentar  seu programa na emissora. Pela legislação eleitoral, radialistas, apresentadores de programas ou comentaristas que queiram se candidatar devem se afastar da grade de programação de emissoras de rádio e TV até o dia 30 de junho.

Datena vinha liderando as últimas pesquisas de intenção de voto para o Senado, ao lado do vereador Eduardo Suplicy (PT). Nas eleições deste ano, são duas vagas para senador em cada Estado. Filiado hoje ao DEM, Datena já foi do PT e do PP.

Em 2016, o apresentador chegou a ameaçar se lançar candidato à Prefeitura de São Paulo. Mas também desistiu da ideia.

Comentários