Dani Lins também pede dispensa da Seleção Brasileira de vôlei

Gazeta Esportiva.com

Essa já é a quinta baixa da equipe de José Roberto Guimarães (Foto: Gaspar Nobrega/Inovafoto/CBV)

Dani Lins não jogará pela Seleção Brasileira de vôlei neste ano pré-olímpico. Nesta segunda-feira, a levantadora anunciou, por meio de sua conta oficial no Instagram, que pediu dispensa da equipe pois deseja cuidar melhor de sua saúde.

Dessa forma, Dani Lins se torna a quinta baixa do time comandado por José Roberto Guimarães. Antes dela, Camila Brait e Tássia já haviam avisado que não integrariam a equipe, ao passo que Thaisa e Adenízia, antes mesmo da lista sair, anunciaram que ficariam de fora.

“Bom dia, pessoal, sei que o momento não é dos melhores pra isso, mas também estou anunciando minha dispensa da seleção pra este ano. Já conversei com o Zé Roberto, agradeci imensamente por ele entender quando disse que precisaria cuidar do meu corpo, pois foi um ano com muitas dores e ele acompanhou de perto isso. Agradeci também pela confiança no meu trabalho. Mas agora preciso cuidar da minha saúde. Vocês viram que fiz o máximo para voltar o quanto antes da gravidez da Lara. Fiz parte da seleção de novas, me dediquei ao máximo pra estar bem na seleção, me juntei ao Barueri e dei meu melhor em todos os momentos. Agora vou me concentrar na minha parte física, pois ainda quero dar muitas alegrias à torcida. Tem muita lenha pra queimar ainda! Vamos torcer juntos pela seleção! Beijão pra todos e boa semana!”, escreveu Dani Lins em seu Instagram.

A Seleção Brasileira de vôlei se prepara para a disputa de quatro torneios em 2019: Liga das Nações, Campeonato Sul-Americano, Pré-Olímpico e Copa do Mundo. Além disso, o torneios servem de base para os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, no Japão.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui