Damares Alves: ‘Eu já estou falando de reeleição, sim’

VEJA/JP

Aplaudida em fórum conservador em São Paulo, Damares disse que recebeu ‘179 ameaças de morte’ (Jorge William/Agência O Globo)

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou que precisará de “doze anos para cuidar do Brasil”. Empolgada, Damares disse que o governo dará tão certo que terá de ficar “quatro, oito, doze anos” no poder.

“Eu já estou falando de reeleição, sim. Se esse presidente não quiser, nós vamos ter que arranjar um outro conservador”, afirmou, em participação no fórum conservador CPAC Brasil, realizado neste sábado 12, em São Paulo.

Muito aplaudida durante o evento, a ministra afirmou já ter recebido “179 ameaças de morte”. “Nós não vamos mais suportar essa nação ser governada por sanguinários e violadores de direitos. Essa é a esquerda, não a direita”, discursou. “Mas eu vou mandar um recado pra esquerda: pode bater porque, quanto mais bate, mais esse governo cresce.”

Pouco antes, Damares rebateu uma fala do arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, que classificou a direita de “violenta e injusta”. “Uma liderança disse hoje que é para ter cuidado com o dragão do conservadorismo. Devem estar preocupados com nós, porque somos terrivelmente cristãos”, disse. “Eles estão preocupados porque os números dizem que o conservadorismo vai dar certo nessa nação.”

Comentários