Cruzeiro supera o Taubaté e leva o penta da Superliga

Lúcio Borges

(Foto: Inovafoto/CBV)

A Superliga masculina de vôlei foi concluída no fim da manhã deste domingo (7), em final disputada no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte. A partida pelo campeonato colocou frente a frente os donos da casa, o Cruzeiro, diante do Taubaté. Os mineiros então, acompanhados da super torcida, venceram por 3 sets a 1, onde assim conseguiram assegurar o pentacampeonato da maior competição da categoria no Brasil.

O Cruzeiro no entanto, não teve um jogo fácil, onde venceu com sets apertados, sendo os dois primeiros por placar igual de 25/22, perdeu o terceiro tempo por 18/25, e, liquidou a partida no quarto set com 25/19. A conquista reafirma a hegemonia cruzeirense no vôlei nacional masculino. Para o Taubaté, que ainda busca seu primeiro título de Superliga, a campanha foi capaz de mostrar crescimento da equipe nos últimos anos, dispondo de um elenco recheado de campeões olímpicos.

O jogo – Mais consistente no início da partida, o Cruzeiro soube abrir e administrar vantagem no placar para fechar o primeiro set com segurança, apesar da boa resistência oferecida pelo Taubaté, sempre perigoso graças as investidas de Wallace. O equilíbrio acabou pendendo para o time mineiro, que fechou em 25 a 22.

O cenário foi praticamente o mesmo na segunda parcial, com pontos sendo trocado acirradamente. O Taubaté chegou a ficar na frente na metade do set, mas o Cruzeiro soube reverter a situação nos pontos finais e conseguiu repetir o placar do período inicial para abrir 2 a 0.

Precisando da vitória para não perder o título, o Taubaté foi para o tudo ou nada no terceiro set, e Lucarelli, Wallace e Éder deram conta do recado, com o último marcando em ace o ponto que definiu o triunfo em 25 a 18, forçando que a partida tivesse um quarto período.

O Cruzeiro se acertou na sequência do duelo, e de maneira distinta aos dois primeiros sets que venceu, de maneira bastante acirrada, desta vez a equipe mineira conseguiu levar a parcial com tranquilidade, construindo larga diferença e pontos e não dando espaço para erros no momento de definição.

Comentários