CR7 deixou o Real Madrid por não se sentir respeitado no clube, diz jornal

Lancepress/JP

Cristiano Ronaldo deixou no ar a possibilidade de deixar o Real Madrid após a final da Liga dos Campeões, com uma declaração enigmática. A transferência para a Juventus foi sacramentada dois meses depois, o que acabou pegando a todos de surpresa. No entanto, segundo o jornal “El Mundo”, o português já tinha tomado a decisão de deixar o futebol espanhol por não se sentir respeitado no clube merengue.

Segundo a publicação, Cristiano Ronaldo ficou irritado com os seus assessores quando a Fazenda espanhola o acusou de fraude fiscal, já que confiava plenamente neles. Os problemas com a Receita foram decisivos para ele deixar o Real Madrid. Na ocasião, o presidente Florentino Pérez teria se negado a interceder a favor do jogador.

Por conta desse problema, a relação com o clube começou a se deteriorar. Ao fim da temporada 2016/17, ele recebeu proposta de renovação contratual que considerou insatisfatória, uma vez que só alcançaria os 30 milhões de euros anuais de salário com variáveis.

Comentários