CPI do Cimi faz primeira reunião nesta quarta-feira

A composição da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar a atuação do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) foi oficializada pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (PMDB), na sessão desta terça-feira (29/9), com a leitura dos nomes indicados pelos partidos. Pedro Kemp (PT), Onevan de Matos (PSDB), Mara Caseiro (PTdoB), Paulo Corrêa (PR) e Marquinhos Trad (PMDB) são os membros titulares. João Grandão (PT), Angelo Guerreiro (PSDB), Beto Pereira (PDT), Marcio Fernandes (PTdoB) e Antonieta Amorim (PMDB) ficam com a suplência.

Onevan de Matos convocou os parlamentares para instalação da CPI
Onevan de Matos convocou os parlamentares para instalação da CPI

Por ser o membro mais idoso integrante da comissão, Onevan convocou os demais para se reunirem amanhã, às 13h30, no Plenarinho Nelito Câmara. Instalada a CPI, os deputados irão definir o presidente, o vice-presidente e o relator.

O Regimento Interno da Casa de Leis impede que o autor da proposição que criou a CPI seja o relator, portanto, a deputada Mara não pode disputar o cargo.

A partir da instalação, a comissão terá prazo de 120 dias para concluir as investigações, podendo ser prorrogado por mais 60 dias.

Comentários

comentários