CPI das Contas Públicas vai ouvir secretário de Receita na próxima segunda e de Saúde na quarta

Os integrantes da CPI das Contas Públicas da Prefeitura se reuniram na manhã desta quarta-feira, na Câmara Municipal, para análise de parte da documentação que já foi enviada pela prefeitura e definiu que o próximo a ser ouvido será Ricardo Vieira Dias, titular da Secretaria Municipal de Receita. A oitiva será às 14h, no Legislativo Municipal.

Os vereadores querem saber do secretário de Receita o que a prefeitura tem arrecadado por fontes específicas (IPTU, ITBI, ITR, ISS e taxas). Os parlamentares que integram a CPI definiram o período entre janeiro de 2011 e abril de 2015, como foco das investigações. Com isto, três administrações municipais passam por varredura: Nelsinho Trad, Alcides Bernal e a atual de Gilmar Olarte.

Já na quarta-feira, 27, também á partir das 14h, a CPI vai ouvir o secretário municipal de Saúde, Jamal Mohamed Salem. Os vereadores querem informações sobre folha de pagamento por rubrica, pagamento de terceirizados, receitas por fontes de arrecadação (SUS, receita própria, convênios) e ainda o percentual do orçamento aplicado na saúde municipal.

A CPI das Contas Públicas foi instalada no dia 5 de maio e é composta pelos vereadores: Eduardo Romero (presidente), Paulo Pedra (vice-presidente), Airton Saraiva (relator) e os membros Thaís Hena e Vanderlei Cabeludo.

Na segunda-feira passada, 18, a CPI fez sua primeira oitiva com o secretário de administração Wilson do Prado.

O vereador Eduardo Romero explica que no decorrer dos trabalhos há possibilidade de um mesmo convocado pela CPI ser ouvido mais de uma vez, caso surjam informações novas, por exemplo.

Não está descartada a possibilidade de outros atuais secretários serem convocados, bem como administradores anteriores, sendo eles ex-prefeitos, ex-secretários e ex-diretores presidentes de fundações municipais. Além disso, qualquer cidadão que tenha informações que podem contribuir com os trabalhos da CPI também podem entrar em contato com o presidente Eduardo Romero.

Comentários

comentários