Coxim decreta situação de emergência após temporal que causou diversos estragos

Da Redação

Devido aos estragos causados pela forte chuva na tarde da última segunda-feira (21) em Coxim, cidade a 258 quilômetros de Campo Grande, a Prefeitura Municipal decretou situação de emergência.

Foto: Divulgação Coxim Agora.

Na manhã desta terça-feira (22) equipes do órgão executivo e também moradores ergueram as mangas e começaram a limpeza na cidade. Algumas casas ficaram inundadas, muros foram derrubados e a tempestade também deixou muita sujeira espalhada pelas ruas e avenidas.

De acordo com informações da Defesa Civil da cidade, foram registrados 60,2 mm de chuva em um período de 1h15. A quantidade de água foi mais da metade do que previsto para chover durante todo o mês de outubro.

O prefeito de Coxim, Aluizio São José, se reuniu na segunda-feira (21) com o coordenador da Defesa Civil do município, Gilberto Portela e secretários municipais para definir as ações emergenciais. O prejuízo financeiro causado em prédios e vias públicas está sendo contabilizado por equipe da Prefeitura e a previsão é que até o final da tarde seja divulgado.

“A prefeitura ontem estabeleceu o decreto de emergência com o objetivo de agilizar as medidas administrativas para recuperar a cidade. Criamos uma força tarefa e hoje pela manhã as equipes da prefeitura já estão trabalhando para limpar todos os estragos e sujeiras deixadas pela tempestade. Nós a partir de agora vamos verificar todas as drenagens, bueiros e infraestrutura para impedir novos problemas”, afirmou o prefeito de Coxim.

A Defesa Civil também informou que não houve registro de famílias desabrigadas, mas três famílias foram desalojadas e encaminhadas para casa de parentes. Além disso, diversas vias não pavimentadas sofreram erosões e as principais avenidas da cidade tiveram o asfalto cedido.

Primavera chuvosa
De acordo com o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul), a primavera é a época em que mais existe condições adversas de tempo que podem causar danos nas cidades.

Apesar dos estragos causados pelos temporais, segundo informações do Centro os acumulados ainda seguem abaixo da média. Ate o final do mês, as chuvas ainda ficam em forma de pancadas localizadas e com baixos acumulados.

Comentários