Corredor Bioceânico será debatido em reunião na Capital

O Governo do Estado definiu a programação da 8ª Reunião do Grupo de Trabalho do Corredor Bioceânico Rodoviário – Brasil, Paraguai, Argentina e Chile, que acontece nos dias 21 e 22 de agosto no Hotel Deville, em Campo Grande, e irá reunir autoridades dos governos de cada um dos países envolvidos, representantes de universidades e demais agentes do setor público e privado envolvidos.

Foto: Divulgação

O secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) reuniu-se no final da manhã desta quinta-feira (25.7) com o ministro João Carlos Parkinson de Castro, da Coordenação-Geral de Assuntos Econômicos Latino-Americanos e Caribenhos, do Ministério das Relações Exteriores e equipe do Governo do Estado para tratar dos preparativos do encontro.

“Definimos a programação e vamos trazer diversos assuntos de extrema relevância relativos à Rota Bioceânica. A ideia é apresentar um conjunto de temáticas que avancem no médio prazo. Um dos painéis temáticos será a Aviação civil e regional. Nós convidamos todas as companhias aéreas. Vamos apresentar o Decola MS, como opção para viabilizar a integração aeroviária entre os países”, informou o secretário.

No painel de infraestrutura será feita uma discussão específica sobre o andamento de cada uma das obras em cada um dos quatro países. “Será apresentado o status de como está cada trecho. Já avançamos no processo da ponte sobre o Rio Paraguai, que vai ligar Porto Murtinho a Carmelo Peralta, bem como no acesso rodoviário”, lembrou o titular da Semagro.

Também serão tratadas questões sanitárias e de alfândega ao longo do corredor rodoviário internacional. “Esse é um tema fundamental para dar viabilidade e competitividade à Rota Bioceânica e no qual queremos avançar rapidamente”, afirmou o secretário.

Por fim, o turismo e a Rede Universitária da Rota da Integração Latino-Americana (UniRila) terão painéis específicos. “Vamos estabelecer um modelo de governança para a Rede de Universidades que reúne instituições de Ensino Superior dos quatro países. Já no turismo, está sendo preparado um vídeo para apresentar o potencial do setor e discutir fluxo de pessoas, seguro e rotas possíveis”, finalizou Jaime Verruck.

Comentários