Corpos das 8 vítimas de acidente devem chegar em Nova Andradina à tarde

As oito vitimas mortas no acidente de trânsito ocorrido na noite desta quarta-feira (02), entre uma van de Nova Andradina e uma carreta carregada com agrotóxicos, deverão ter seus corpos transladados para Nova Andradina no início da tarde desta quinta-feira (03).

Os corpos das oito vitimas foram todos levados para o Instituto Médico Legal da cidade de Dourados (Foto: Almir Portela) Saiba mais Tragédia:  Acidente entre van e carreta mata sete pessoas de Nova Andradina e uma de Batayporã
Os corpos das oito vitimas foram todos levados para o Instituto Médico Legal da cidade de Dourados (Foto: Almir Portela)

As informações foram divulgadas pelo Instituto Médico Legal (IML) de Dourados, para aonde os corpos foram levados e submetidos aos procedimentos necessários. Segundo o site Nova News, sete corpos deverão ser velados na cidade de Nova Andradina. O corpo da professora aposentada Luiza Alves Nunes da Rocha será levado para Batayporã, onde ela morava.
Além dela morreram no acidente; Carlos antônio Cecílio de Lima, Eliane Oliveira Peixoto, Izilda Cristina Regasso Crivelli, Evandro Borges Ferreira, Laislaine Pires de Morais de Silva, Ricardo Alves dos Santos e Roseneide Possani de Medeiros,. Todos estes residiam em Nova Andradina a 297 quilômetros da Capital.

Segundo a Policia Rodoviária Federal (PRF) uma anta na pista pode ter sido a causa do acidente. O animal foi encontrado morto, preso embaixo da van.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) interditou a rodovia em decorrência do incêndio e também devido ao derramamento da carga de agrotóxicos da carreta. A pista só começou a ser liberada por volta das 00h desta quinta-feira (03). Durante a ocorrência, os condutores utilizaram uma estrada vicinal às margens da pista. Na van estava oito pessoas, apenas uma saiu com vida.

Luto oficial

De acordo com a assessoria do prefeito Roberto Hashioka (PMDB), o chefe do Executivo Municipal decretou, na manhã desta quinta-feira (03), luto oficial de três dias em respeito às vítimas.

Comentários

comentários