Corpo de pedreiro desaparecido há 19 dias é encontrado em canavial

O pedreiro Manoel Adão de Souza, de 29 anos, que estava desparecido desde o dia 17 de maio, foi encontrado morto na tarde desta quinta-feira (4), num sítio localizado na rua das Chácaras, em Sonora.

O corpo foi encaminhado para o IML de Coxim onde será submetido a um exame necroscópico que deve apontar a causa da morte (Foto: Angela Bezerra)
O corpo foi encaminhado para o IML de Coxim onde será submetido a um exame necroscópico que deve apontar a causa da morte (Foto: Angela Bezerra)

O corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição na propriedade do trabalhador rural A.B.O, de 63 anos, que acionou a polícia.

A vítima trajava uma bermuda vermelha e camiseta, que ajudaram no reconhecimento feito por uma amigo que esteve no local. Próximo ao corpo os policiais também encontraram uma lâmina de faca, que foi aprendida.

O corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Coxim onde será submetido a um exame necroscópico que deve apontar a causa da morte.

O desaparecimento

O irmão de Souza e mais dois amigos dele procuraram a Delegacia de Polícia Civil de Sonora no dia 17 de maio informando que o mesmo havia desaparecido.

Segundo eles, Souza havia ingerido bebida alcoólica na república onde mora e decidiu cobrar um vizinho, identificado apenas como Gaúcho, por conta de uma dívida referente a venda de uma colher de pedreiro.

Conforme as testemunhas não houve discussão no local, porém ambos saíram da república conversando.

Após alguns minutos, Gaúcho voltou ao local sozinho e os amigos verificaram que ele estava com a calça suja, aparentemente de sangue. Ao ser questionado sobre o pedreiro, Gaúcho respondeu que ambos haviam se envolvido numa confusão próximo a um bar e que eles deveriam ir procurar pelo amigo no local.

As testemunhas foram até o bar indicado por Gaúcho, porém ninguém soube informar sobre o ocorrido. Ao retornarem para a república, os amigos da vítima verificaram que Gaúcho tinha esvaziado o quarto que alugava e fugiu do local, momento em que decidiram acionar a polícia e comunicaram o caso.

Com Informações Edição de Notícias

Comentários

comentários