Corpo de homem é encontrado boiando em rio na fronteira

O corpo de Assunção Ojeda, de 47 anos, foi encontrado nesta terça-feira, dia 28 de maio, boiando nas águas de um rio em Ponta Porã, na região de fronteira com o Paraguai. Ele estava desaparecido desde a sexta-feira (24), quando foi visto bebendo com um rapaz em um bar na área comercial do assentamento Nova Itamarati, no mesmo município.

Local onde o corpo da vítima foi encontrado. – Crédito: (Porã News)

Conforme o Porã News, familiares da vítima acionaram a polícia e ainda no sábado (25), moradores informaram que havia um GM Celta incendiado nas proximidades da ponte de acesso ao assentamento Nova Era. No local, foi constatado que o carro era de Ojeda, mas somente nesta terça-feira (28) que os agentes encontraram o corpo.

A partir de marcas de sangue na ponte e no corrimão e com o apoio do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil, os agentes reforçaram as buscas na região e acabaram encontrando o corpo.

Ainda de acordo com o Porã News, a vítima, possivelmente foi morta a golpes de facão e em seguida jogada no rio.

Familaires do morador confirmaram a identificação. A agentes da Polícia Técnica e os investigadores do SIG também vasculharam a área em busca de evidências que possam identificar o autor do crime, mas até então ninguém foi preso.

Comentários