Corinthians vence Sport em jogo de sete gols e é líder

O Corinthians bateu o Sport por 4 a 3, nesta quarta (12), em uma partida marcada por reviravoltas impressionantes, o que fez o time de Tite dormir na liderança do Brasileiro. Para se manter na ponta ao término da 18ª rodada, é preciso que o Atlético-MG perca nesta quinta (13), em casa, para o Grêmio.

Corinthians assumiu a lideranção da campeonato - Foto: Agência Corinthians
Corinthians assumiu a lideranção da campeonato – Foto: Agência Corinthians

Houve diferentes candidatos a protagonistas no Itaquerão, especialmente os atacantes Luciano e Hernane e o lateral Guilherme Arana.

Com a saída de Guerrero, o técnico Tite quebrou a cabeça para encontrar um atacante capaz de se encarregar de fazer gols pelo Corinthians.

Artilheiro da seleção brasileira nos Jogos Pan-Americanos, com cinco gols, Luciano fez sua segunda partida consecutiva como titular do Corinthians nesta quarta. A primeira havia sido no clássico contra o São Paulo no domingo (9) e marcou no 1 a 1.

Contra o Sport, ele concentrou seu poder de decisão no primeiro tempo -mostrando que talvez sua fama de “jogador de final de partida” esteja superada. Seus dois gols foram de oportunismo. Aos 12 minutos, Elias cruzou rasteiro na área e Luciano deu carrinho para abrir o placar.

Já nos acréscimos do primeiro tempo, Jadson cobrou escanteio, Diego Souza tentou desviar e a bola sobrou para Luciano, que apenas tocou para o gol para colocar novamente o Corinthians em vantagem após gol de empate de André, para o Sport.

No segundo tempo, o zagueiro Samuel Xavier fez um gol contra para ampliar a vantagem do time da casa.

Com a vitória aparentemente consolidada, o Corinthians cometeu erros defensivos e viu Hernane, que entrou em campo aos 22 do segundo tempo, fazer dois gols em nove minutos e empatar a partida. O atacante se aproveitou de falhas do lateral Guilherme Arana, campeão da última edição da Copa São Paulo, que entrou no lugar de Uendel no segundo tempo.

Candidato a vilão, o jovem Arana conseguiu se redimir. Em jogada pelo lado esquerdo no final do jogo, ele cruzou para a área e a bola bateu no braço de Rithely.

O árbitro Luiz Flávio de Oliveira marcou pênalti, que Jadson converteu, dando a vantagem definitiva ao Corinthians. Os jogadores do time paulista comemoraram o gol com Arana.

Folha.com

Comentários

comentários