Corinthians apresenta novo elenco nesta terça-feira

Lúcio Borges com Gazeta Esportiva

Corinthians terá o Paulista e a Superliga para disputar na atual temporada (Foto: Tomás Rosolino/Gazeta Press)

O Esporte Clube Corinthians, sim o Timão, apresentou na tarde desta terça-feira (31) o seu novo elenco. O time dos campos de futebol, agora também tem ou reafirma seu time nas quadras de voleibol para a disputa da temporada 2018/19. Com o projeto em parceria com a prefeitura de Guarulhos mantido por mais um ano, o Alvinegro contou com o líbero e agora coordenador técnico Serginho Escadinha na apresentação dos companheiros e uma grande novidade no elenco: o levantador Marcelinho, carioca de nascimento, visto como o diferencial para a temporada.

A nova ou reestruturada e ampliada equipe foi apresentada em conjunto pelo diretor-adjunto de esportes terrestres do clube, Luiz Vagner Alcântara, pelo prefeito de Guarulhos, Guti, e o técnico da equipe, Gerson de Oliveira, o Gersinho. O time, que defenderá o escudo do Timão, mas em parceria com uma das maiores cidades de São Paulo, terá pela frente as disputas do Campeonato Paulista, que começa no próximo dia 10, e da Superliga Masculina, com início projetado para outubro, sem data definida.

O elenco, que na temporada 2017/18 conquistou a Taça Ouro e foi vice-campeão do Campeonato Paulista, traz os experientes Serginho (líbero), Sidão (central), Rivaldo (oposto), Riad (central), Fábio (ponteiro), Cesinha (levantador) e Gabriel (oposto); e aposta na contratação de Marcelinho (levantador), Diogo (ponteiro), Cristiano (levantador), Luan (ponteiro), Nicolas (central), Arthur (ponteiro) e Erick (ponteiro) para dar ainda mais peso no time, mesclando atletas experientes com novos talentos.

A comissão técnica também foi renovada e tem Rafa Almeida (assistente técnico), Ronaldo Finotti (supervisor), Renato Soliaman (fisioterapeuta chefe), Hermison Alves (preparador físico) e Marlon (supervisor assistente).

A estrela inicial atrai novas estrelas

Depois de levar o time à elite do esporte nacional no ano passado, Serginho, dessa vez com função dupla, crê em mais avanços. “Ano passado a gente ficou fora da semifinal por causa de dois pontos em cada set, uma coisa muito de pequenos ajustes. Com o Marcelo acho que nosso time subiu de patamar, ele vai poder dar mais velocidade e precisão às nossas jogadas”, comentou o bicampeão olímpico e trimundial, sem deixar de brincar com o companheiro de seleção. “Se a bola chegar na mão também, porque ele está velho (risos). Eu não sou o mais velho, até que enfim”, continuou o atleta do alto dos seus 41 anos, contra 43 de Marcelinho.

Serginho relata que trouxe Marcelinho “na conversa” rápida e direta, sem frescura e anunciando que ele já iria jogar.

“De voleibol a gente entende um pouco, só sei fazer isso. Mas não só eu, tem outras pessoas que entendem bastante. Minha autonomia é mais na parte técnica. Tem os caras que toparam jogar uma Liga B no ano passado, poucos quiseram isso, e por isso estão aqui. O Marcelinho jogou pelo Botafogo, deu um trabalho para a gente. Liguei para ele e perguntei o que ele estava fazendo. Ele disse: ‘Nada’. Respondi: ‘Então você é o novo levantador do Corinthians’”, relembrou Serginho.

“Quando o Serginho me ligou eu nem tive dúvidas, jogar em uma atmosfera desse, em um time com essa torcida. É algo novo para a gente que não é do futebol”, comentou Marcelinho, campeão pan-americano como titular, em 2007, além de vice-campeão olímpico no ano seguinte, em Pequim. “Vamos procurar nos acertar nos treinamentos e encaixar essa equipe jovem”, concluiu o novo Marcelinho nascido no Rio de Janeiro da história alvinegra.

Comentários