Copa de 2026 pode ter 40 seleções e 5 vagas diretas para a América do Sul

A ampliação do número de seleções participantes da Copa do Mundo para 40 pode acontecer na edição de 2026, disse o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Novo presidente da Fifa, Gianni Infantino, quer ampliar a Copa do Mundo (Foto: AP)
Novo presidente da Fifa, Gianni Infantino, quer ampliar a Copa do Mundo (Foto: AP)

Ele também destacou que a América do Sul contará com cinco vagas diretas quando a alteração ocorrer.

Infantino falou sobre o tema durante entrevista coletiva em Montevidéu, na qual defendeu a iniciativa de ampliar a quantidade de seleções na Copa do Mundo. Atualmente, o torneio conta com 32 equipes.

“Temos que ampliar. A ideia seria a partir de 2026, vamos falar com todos: com os jogadores, com o conselho (da Fifa)”, disse Infantino, que considerou que a seleção campeã não tem por que se classificar automaticamente.

“Não só dá a possibilidade de mais equipes participarem, mas dá a muitas equipes a possibilidade de sonhar com a participação”.

Infantino disse que, caso a proposta avance, a Conmebol teria cinco cotas de classificação direta, mais uma na repescagem. Atualmente, a América do Sul possui quatro vagas garantidas e uma na repescagem.

“Minha proposta para a América do Sul é de cinco (vagas) asseguradas e talvez mais uma disputada em campo”, disse em referência a outra vaga para a região. Ele não deu detalhes de como seriam definidas as oito vagas adicionais.

Comentários

comentários