Copa de 2022 será disputada em novembro e dezembro, diz Fifa

Após cancelar a entrevista coletiva que Joseph Blatter daria nesta sexta-feira, a Fifa emitiu um comunicado às 10h (de Brasília) anunciando, entre outras coisas, que a Copa do Mundo de 2022, no Catar, será disputada entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro.

Preocupação com temperaturas no Catar vinham desde 2010, quando que o país ganhou o direito de sediar a Copa (AP) (Foto: Fifa)
Preocupação com temperaturas no Catar vinham desde 2010, quando que o país ganhou o direito de sediar a Copa (AP) (Foto: Fifa)

Além disso, revelou que o próximo encontro do Comitê Executivo da entidade, em dezembro, mudará de local: no lugar do Japão, que recebe o Mundial de Clubes, os dirigentes se reunirão novamente em Zurique, ainda sem data definida.

Os anúncios aconteceram logo após a entrevista marcada com Joseph Blatter ser cancelada. Após atrasá-la por mais de uma hora, a entidade não justificou a razão que a levou a cancelar a coletiva do presidente da Fifa, que serviria para tornar público o que foi debatido durante a semana de reuniões do Comitê Executivo da Fifa, e apenas divulgou o comunicado.

O cancelamento, inédito na história da instituição, pegou de surpresa até integrantes do Comitê Executivo. O credenciamento para essa coletiva foi tão complexo quanto o de uma Copa do Mundo. Havia pelo menos uma centena de jornalistas no local.

Mudança de data no Mundial do Catar

Com o anúncio, a Fifa coloca um ponto final na discussão envolvendo a mudança no calendário para a Copa do Mundo de 2022.

O calor durante o verão no país do Oriente Médio causava preocupação e o debate se arrastava desde 2010, quando a candidatura do país asiático venceu a disputa para levar o Mundial para lá.

A solução encontrada foi passar o torneio para o fim do ano, quando as temperaturas são mais amenas.

– Aprovado o calendário internacional de jogos para o período entre 2018 e 2024, incluindo as datas de competição para o Copa do Mundo de 2022, que acontecerá de 21 de novembro a 18 de dezembro de 2022 – comunicou a Fifa, no comunicado.

globoesporte.com

 

Comentários

comentários