Coordenador de controle de epidemias alerta campo-grandense para cuidados contra a dengue no verão

O coordenador de controle de endemias vetoriais de Campo Grande, Alcides Ferreira participou na manhã desta quinta-feira (22) do programa Tribuna Livre da Capital 95 FM. Ferreira comentou sobre as frequentes epidemias que assolam a capital e destacou a importância que a população tem na prevenção destas doenças.

Em entrevista concedida ao PáginaBrazil.com, Alcides Ferreira fez um balanço dos trabalhos do setor de controle epidêmico da capital em 2016 e alertou a população para que aumente a atenção no verão, por ser a estação mais chuvosa do ano.

“Nós tivemos uma epidemia no final de 2015, conseguimos controlar com carros, burrifação, foi trabalho árduo mas que rendeu resultados”, afirma Ferreira.

Ferreira alertou para o número alarmante de que 93% dos casos registrados de aedes aegypti estão locais onde convivem pessoas, quebrando o mito de que terrenos baldios são os locais com maior incidência do mosquito. Portanto, o coordenador de controle de epidemias fez o pedido para que a sociedade campo-grandense se atente mais para os cuidados que evitam o mosquito.

“Pelo menos uma vez por semana olhar o quintal de casa se tem algum material que acumula água. Fazer a manutenção das calhas, Campo Grande é uma cidade bastante arborizada, então folhas podem entupir as casas. O bebedouro do cachorro tem que ser lavo frequentemente, inclusive nas paredes do bebedouro, porque o mosquito põe os ovos fora d’água. Devemos sempre ficar atentos”, resumiu Ferreira.

Uma pesquisa divulgada em fevereiro pelo Ministério da Saúde apontou que Mato Grosso do Sul era o líder em casos de Dengue em todo o país. “Os casos diminuem frequentemente, mas não significa que devemos parar de tomar cuidado”, finalizou Alcides Ferreira.

Comentários