Convocado para tomar posse, vereador falta a sessão da Câmara

Convocado pela Câmara de Dourados na manhã de ontem (23/9), o vereador Pedro Pepa (DEM) faltou à própria posse, agendada para o mesmo dia. O parlamentar se ausentou para evitar contato com Cirilo Ramão (MDB), conforme medida judicial que o impede de se aproximar do colega, investigado, assim como ele, na Operação Cifra Negra, que apura suposto esquema de corrupção no local.

Vereador preferiu não aparecer na posse – Crédito: Divulgação

Segundo o Dourados News, ambos estavam afastados do cargo desde o dia 30 de agosto, quando foram presos durante a sessão especial que julgava o mandato do vereador Junior Rodrigues (PL).

Pepa e Cirilo retornariam ao parlamento às 18h30, no entanto, apenas o emedebista esteve presente.

Cifra Negra 

Pepa e Cirilo foram presos inicialmente no dia 5 de dezembro do ano passado dentro da Operação Cifra Negra, que investiga suposto esquema de corrupção em contratos de gestão firmados pela Casa de Leis em anos anteriores.

Além deles, também foram alvos da ação o ex-presidente da Câmara, vereador Idenor Machado, o ex-vereador e suplente Dirceu Longhi (PT), empresários e ex-servidores do legislativo douradense.

Comentários