Conversão do analógico para digital foi adiado em Campo Grande

Lúcio Borges

Os eternos adiamentos no Brasil, coloca a já de anos e tão propalada nos últimos meses, conversão digital em Campo Grande, para o rol de “mais tempo para ser realizada”. A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) comunicou nesta segunda-feira (13), véspera do dia da conversão, que adiará por mais quase três meses, o desligamento do sinal analógico na Capital e Terenos. Em nota, a Agência explica que as cidades não atingiram o índice necessário de domicílios com sinal digital. O desligamento total estava previsto para ocorrer amanhã (14), mas ficou para 31 de outubro.

Conforme o Ibope Inteligência, 1.078 pessoas foram entrevistadas em Campo Grande e outras 84 em torno do município. A pesquisa apontou que 89% dos domicílios contam com sinal digital, considerado insuficiente para a Anatel. Além de Campo Grande, Rio Branco e Boa Vista também não atingiram o percentual.

O Gired (Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV) determinou que o desligamento começará amanhã e vai até 31 de outubro. Os kits gratuitos com antena digital e conversor com controle para famílias de menor renda estão sendo entregues pela Seja Digital, instituição responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o digital no Brasil.

Pelo cronograma, todas as cidades brasileiras deverão passar pelo processo de desligamento do sinal analógico até 2023. A transmissão do sinal HD é inteiramente gratuita mas, para acessar, é preciso instalar um conversor digital nos aparelhos mais antigos, de tubo. Se o televisor já tiver conversor acoplado é necessário somente uma antena externa UHF.

KITS

Em Mato Grosso do Sul, 135 mil kits devem ser entregues e, de acordo com a assessoria do Seja Digital, cerca de 122 mil já foram retirados. A retirada dos Kits pelas famílias beneficiadas pode ser agendada pelo site sejadigital.com.br ou por meio do telefone 147. Durante o atendimento é solicitado o NIS (Número de Identificação Social).

Comentários