Contra Godoy Cruz, Grêmio coloca à prova “segunda metade” de planejamento

Globoesporte.com/JN

Com titulares descansados, Tricolor duela com argentinos pelas oitavas de final da Libertadores nesta terça-feira, às 19h15

A terça-feira começa com ares de decisão e angústia da torcida para o relógio enfim bater 19h15 e a bola rolar. O Grêmio dá pontapé inicial à disputa nas oitavas de final da Libertadores contra o Godoy Cruz, em Mendoza, no Estádio Malvinas Argentinas. E a partida coloca à prova a segunda parte do planejamento para os últimos dias – que já tem boa parte de sucesso garantido.

Renato Gaúcho abriu mão do Brasileirão no fim de semana para ter titulares inteiros na Libertadores (Foto: GloboEsporte.com)

A goleada por 4 a 0 sobre o Atlético-PR no primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira passada, colocou um selo de aprovação nas escolhas da primeira parte de um plano de três partidas em sequência. O resultado obtido na Arena pelo time titular deu ao Tricolor uma confortável situação para a volta, em Curitiba, no fim de julho.

No último sábado, pelo Brasileirão, o clube gaúcho escalou reservas na derrota por 1 a 0 para o Palmeiras. Sabia do risco que corria ao colocar em campo uma equipe que poderia perder pontos em São Paulo e ver aumentar ainda mais a distância para o líder Corinthians, o que realmente aconteceu – agora são sete pontos de diferença. No entanto, o entendimento é que, na Série A, há condições de recuperação e que o Timão ainda vai passar por oscilações.

– No momento, o mais importante é o (jogo) de terça-feira em relação ao jogo de hoje (sábado). É mata-mata. Se descuidar, voce sai da competição. Não é o Renato que decide sozinho as coisas no Grêmio. A gente procura sempre fazer o melhor para o clube. Não estamos deixando de lado o Campeonato Brasileiro. Deixamos uma ou outra partida para jogar Copa do Brasil e Libertadores – comentou o técnico após a derrota para o Verdão.

Os titulares permaneceram em Porto Alegre, com treinos comandados pelo auxiliar Alexandre Mendes e pelo preparador físico Rogério Dias. Recarregaram as energias justamente pelo caráter decisivo da partida com o Godoy Cruz. A escola argentina, mesmo sem a tradição de outros clubes, é citada como complicador.

– Jogo difícil. Contra os argentinos, é sempre truncado. Faremos o primeiro jogo fora, temos experiência no mata-mata, pela situação que passamos ano passado. O time mudou muito pouco, esperamos fazer um bom jogo e conseguir um bom resultado para decidir na Arena a classificação – disse Geromel ao GloboEsporte.com.

E, após os primeiros dois jogos decisivos, o Grêmio pode voltar novamente seu foco para o Brasileirão. Os jogos pela Copa do Brasil e Libertadores ocorrem no fim de julho e início de agosto, respectivamente.

Neste meio tempo, o Tricolor tenta recuperar os pontos no Brasileirão e tirar a distância do Corinthians. No domingo, enfrentará o Avaí, com titulares, dentro da Arena.

À noite, o clube terá um estádio com metade de sua capacidade, provavelmente, e um jogo histórico. O Godoy Cruz joga pela primeira vez uma oitavas de final de Libertadores. Cartazes na cidade chamam a torcida a participar da partida. Pelas redes sociais, o clube também pediu que não se use pirotecnia, para evitar punições da Conmebol.

GODOY CRUZ X GRÊMIO – LIBERTADORES – OITAVAS DE FINAL (JOGO DE IDA)

Local: Estádio Malvinas Argentinas, em Mendoza (Argentina)
Data e hora: terça-feira (03/07), às 19h15 (horário de Brasília)

Provável Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur, Ramiro, Luan e Pedro Rocha; Barrios.

Desfalques: Douglas, Jael, Beto da Silva, Gastón Fernández, Maicon, Léo Moura e Arroyo.
Provável Godoy Cruz: Rey; Abecacis, Galeano, Olivares e Angileri (Cobos); González, Fabián Henriquez, Gastón Giménez e Garro; Javier Correa e Morro García.

Arbitragem: Víctor Carrillo, auxiliado por Jonny Bossio e Coty Carrera (trio peruano).
Transmissão: SporTV transmite a partida ao vivo. O GloboEsporte.com acompanha todos os lances em Tempo Real.

 

Comentários