Conta de luz já esta mais cara em Mato Grosso do Sul

Da Redação/JN

Começaou a valer ontem (8) o reajuste nas contas de energia elétrica para consumidores de Mato Grosso do Sul.

O aumento, aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na última terça-feira (3), vai atingir 2,3 milhões de unidades consumidoras não só em MS mas no Estado vizinho, MT, atingindo 314 municípios nos dois estados.

Para os consumidores atendidos pela Energisa Mato Grosso do Sul (EMS), o reajuste médio nas tarifas será de 9,87%. Para os consumidores residenciais das zonas urbana e rural, atendidos pela baixa tensão, o aumento alcançará 10,65%. Já as grandes empresas, que usam a rede de alta-tensão, terão aumento de 7,91%.

O reajuste faz parte da revisão tarifaria da concessionária, que ocorre periodicamente a cada cinco anos, segundo o contrato firmado na década de 1997.

A EMS atende a maioria das cidades de Mato Grosso do Sul, atingindo 1 milhão de unidades consumidoras em 73 municípios do estado.

Comentários