Conmebol e Uefa planejam novo torneio de seleções a cada dois anos

Globo Esporte/JP

Conmebol e Uefa avaliam a criação de um novo torneio de seleções, restrito a quatro participantes – dois de cada continente – para ser disputado a cada dois anos, com a primeira edição em março de 2022. Segundo o Globo Esporte, o plano foi discutido nesta semana durante uma reunião conjunta entre dirigentes das duas confederações realizada em Nyon, na Suíça.

Pela ideia inicial, o campeão e o vice da Copa América de 2020 enfrentariam o campeão e o vice da Euro 2020 durante a Data Fifa de 21 a 29 de março de 2022. Seriam quatro jogos (duas rodadas duplas), e os times só jogariam contra os rivais da outra confederação. Ou seja: não haveria duelos entre sul-americanos, nem entre europeus.

As quatro partidas seriam disputadas na mesma cidade, em dois estádios, de preferência na Europa, para reduzir custos e evitar a necessidade de deslocamento de times e fãs. Inicialmente não há previsão de jogos na América do Sul.

O mesmo formato – enfrentamentos entre campeões e vices de cada continente – seria aplicado para disputas entre seleções femininas e seleções de futsal, mas com datas e locais diferentes.

Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol, e Aleksander Čeferin, presidente da Uefa, depois de reunião — Foto: Reprodução de Twitter
Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol, e Aleksander Čeferin, presidente da Uefa, depois de reunião (Foto: Reprodução de Twitter)

O plano discutido em Nyon só tratou da primeira edição, em 2022. Conmebol e Uefa só vão discutir 2024 depois que o novo calendário mundial estiver pronto.

Ao criar novos torneios, as confederações claramente miram “dinheiro novo” – com venda de direitos de transmissão e ingressos, além de outras propriedades comerciais.

Além disso, Conmebol e Uefa discutiram a possibilidade de recriação da Copa Intercontinental, além de cooperação nas áreas de arbitragem, futebol feminino, reconhecimento mútuo dos cursos de formação de técnicos e várias outras áreas.

Esta foi a primeira vez na história que os Conselhos de Conmebol e Uefa fizeram uma reunião em conjunto. O encontro se deu como forma de responder politicamente às últimas ações da Fifa, que desagradaram às duas confederações.