Congresso Internacional reúne operadores do Direito na Capital

Teve início na noite desta quinta-feira (7), no auditório da OAB/MS, o I Congresso Internacional ADPMS – ABDPro de Direito Processual. O evento, realizado pela Academia de Direito Processual de MS em parceria com a Associação Brasileira de Direito Processual, conta com o apoio do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, por meio de sua Escola Judicial (Ejud-MS).

Com o auditório lotado, o primeiro dia do evento contou com a participação do vice-presidente do TJMS, Des. Julizar Barbosa Trindade, e do vice-diretor da Ejud-MS, Des. Odemilson Roberto Castro Fassa, que compuseram a mesa de abertura, além do Des. Marcelo Câmara Rasslan, presidente de mesa da segunda palestra da noite.

As primeiras palestras do congresso foram proferidas pelos juristas Eduardo Costa, com o tema Tutelas Provisórias, e Araken de Assis, que falou sobre Medidas Executivas Atípicas.

O evento segue nesta sexta-feira (8), com as palestras dos seguintes juristas: Diego Crevelin (Cooperação Processual), Lúcio Delfino (Precedentes e sua Superação), Georges Abboud (IRDR), Nelson Nery Jr. (Agravo de Instrumento), Carmen Nery (Negócio Processual), Glauco Gumerato (Garantismo Processual na América Espanhola e no Brasil) e Alvarado Velloso (La Crisis de la Justicia em Latinoamérica y los Sistemas de Enjuiciamiento).

Saiba mais – A Academia de Direito Processual de Mato Grosso do Sul (ADPMS) tem entre seus integrantes cinco representantes do Poder Judiciário sul-mato-grossense: os desembargadores Ruy Celso Barbosa Florence, Vilson Bertelli e Marcelo Câmara Rasslan, e os juízes Alessandro Carlo Meliso Rodrigues e José de Andrade Neto.

Comentários

comentários