Confusões e gol no fim: Rafael Vaz marca, e Vasco vence o Fla por 1 a 0

Teve confusão, gás de pimenta, bomba na arquibancada, banheiro depredado e muito calor. Mas também teve futebol e gol decisivo nos minutos finais. Depois de 11 anos, Vasco e Flamengo voltaram a se enfrentar em São Januário diante de pouco mais de 14 mil torcedores. Melhor para o Cruz-Maltino, que dominou as ações da partida e venceu por 1 a 0 na tarde deste domingo, gol de Rafael Vaz. A equipe do técnico Jorginho se manteve na liderança do Grupo A com 12 pontos e 100% de aproveitamento. O Rubro-Negro, com sete pontos, é vice-líder do Grupo B.

Flamengo perde primeiro clássico do ano para Vasco (Foto: G1)
Flamengo perde primeiro clássico do ano para Vasco (Foto: G1)

O Vasco volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Tigres, às 19h30 (de Brasília), em Xerém. O Fla joga antes pela Primeira Liga. Na quarta, encara o América-MG, às 21h45, em Cariacica. Pelo estadual, o Rubro-Negro encara outro clássico no próximo domingo: o Fluminense, no Mané Garrincha, em Brasília.

Apesar do forte calor, o primeiro tempo foi movimentado. Com as duas torcidas se provocando nas arquibancadas, o Vasco comandou as ações da etapa e perdeu boas chances com Julio dos Santos, Jomar e Riascos. Jorge Henrique chegou a marcar, mas o lance foi corretamente anulado por impedimento. Pouco ativo no ataque, o Flamengo também teve o que lamentar: Emerson Sheik, livre na pequena área, perdeu a chance mais clara dos primeiros 45 minutos ao cabecear a bola para fora. Um pouco antes, Guerrero caiu na área em lance com Marcelo Mattos e o juiz mandou o jogo seguir.

O desgaste no primeiro tempo foi grande e a partida caiu de produção na etapa final. O Vasco seguiu levando mais perigo. Nenê teve as principais chances: acertou o travessão em cobrança de falta e quase marcou um gol olímpico. Assim como Guerrero no primeiro tempo, Thalles caiu na área, pediu pênalti e o juiz mandou seguir. O Flamengo chegou em lances esporádicos, na maioria das vezes com chutes de longe. Quando o 0 a 0 já parecia uma realidade, o Vasco foi recompensado pela insistência. Nenê levantou a bola na área, Rodrigo ajeitou e Rafael Vaz soltou o pé para garantir a vitória.

Nenê conduziu o Vasco mais uma vez. Deu balão, tentou gol olímpico, acertou o travessão em cobrança de falta… Mas o herói vascaíno saiu do banco de reservas. Rafael Vaz substituiu Jomar no segundo tempo e apareceu na área para marcar o gol da vitória nos minutos finais. O último gol do zagueiro havia sido em setembro de 2015.

O Flamengo deixou a desejar em São Januário. Criou pouco e deixou o Vasco jogar. A única chance clara saiu em uma jogada de bola parada. No total, o Rubro-Negro teve pouco mais da metade das finalizações do adversário: 8 x 14.

O jogo ficou marcado por diversas confusões envolvendo as torcidas. Antes mesmo de a bola rolar, torcedores do Flamengo depredaram o banheiro de visitantes de São Januário. Estavam revoltados com a falta de bares no setor. Durante o jogo, uma bomba foi arremessada do lado rubro-negro em direção aos vascaínos. A polícia utilizou gás de pimenta para conter os mais exaltados. (G1)

Comentários

comentários