Conflito em área ocupada por indígenas deixa 2 feridos

Área ocupada por indígenas desde o sábado passado (21/7) em Dourados deixou pelo menos dois adolescentes feridos entre a noite de quinta-feira e a madrugada desta sexta (26/7), conforme informações do Dourados News. A propriedade rural fica na região Noroeste da cidade, próximo a avenida Guaicurus e Perimetral Norte.

Por volta de 0h50 de hoje, socorristas do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados juntos com a Polícia Militar para atender ocorrência após conflito entre indígenas no local.

Informações preliminares apontavam para quatro pessoas feridas com tiros, porém, apenas duas acabaram socorridas e encaminhadas ao Hospital da Vida, em Dourados.

Um dos menores, de 11 anos possuía ferimentos, aparentemente de tiro, nas costas e no pé, enquanto o outro, de 14, acabou sofrendo lesão nas costas.

De acordo com o apurado junto a lideranças das aldeias Bororó e Jaguapiru, os responsáveis pela invasão não moram na Reserva Indígena e teriam inclusive fechado uma estrada de acesso dos indígenas.

A ocupação

Entre a noite do dia 20 de julho e a madrugada seguinte, grupo de aproximadamente 30 indígenas invadiram a Fazenda Celeste e fizeram refém o caseiro do local. Conforme relato do homem à polícia, ele ficou ‘preso’ em poder dos invasores por 6h.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela vítima, eles entraram na fazenda em posse de armas de fogo, arco, flecha e lanças.

Durante o período em que ficou com o grupo informou ter sido torturado. Na delegacia, ele apresentou ferimentos pelo corpo e na cabeça.

Antes de ser liberado, os indígenas ainda roubaram do caseiro a carteira, aparelho de telefone celular e R$ 400.

Ao deixar a propriedade rural, ainda conforme o registro policial, o homem dirigiu até uma mercearia e foi levado até a casa de familiares, antes de denunciar o fato. A ocorrência foi registrada como lesão corporal, ameaça e violação de domicílio.

Comentários