Confirmado: carro carbonizado encontrado na fronteira é de Alceu Bueno

A perícia realizada na tarde de hoje (23) confirma que o carro é de Alceu Bueno. O veículo incendiado foi encontrado em Ponta Porã, fronteira do Estado. O ex-vereador usava o Land Rover Freelander 2 quando foi assassinado na noite da última terça-feira (20). Devido ao incêndio, a perícia teve dificuldades em identificar a numeração do chassi.

landfire

Segundo a Polícia Civil de Ponta Porã, só foi possível identificar o veículo, após uma intensa limpeza nas áreas que facilitam o reconhecimento.

Haviam marcas de que o carro teria sido levado para a fronteira de Mato Grosso do Sul. A Polícia tinha quase certeza de que o veículo era do ex-vereador Alceu Bueno, mas a confirmação só veio nesta tarde.

Marcelo Vargas, delegado-geral da Polícia Civil, já havia dito que o carro de Bueno foi visto na fronteira com o Paraguai, mas só na manhã de hoje (23) o veículo foi encontrado.

O titular do Grupo Armado de Resgate e Repressão a Assaltos e Sequestros, já havia adiantado que tinha 99% de chances do veículo carbonizado encontrado nos arredores de Ponta Porã, ser do ex-vereador. Várias linhas de investigação foram usadas no caso.

Entenda o caso

Alceu Bueno estava desaparecido desde a noite do dia 20, após deixar a empresa que era dono por volta das 21h30. A família procurou a polícia na manhã de quarta-feira (21) para registrar o desaparecimento, momento em que um corpo sem identificação foi encontrado carbonizado no Parque dos Poderes.

No local onde o corpo foi encontrado, a polícia encontrou um celular carbonizado e um distintivo, o mesmo que o ex-vereador usava quando ocupava uma das cadeiras da Câmara Municipal. No final do dia, o Instituto de Odontologia de Medicina Legal (Imol) confirmou a identificação do corpo, sendo mesmo de Bueno.

Comentários

comentários