Confirma os cuidados que devem ser tomados com a chegada do verão

veraoO verão iniciou na última terça-feira(22), às 1h48min, horário para Mato Grosso do Sul (não corrigida para o horário de verão), com término dia 20 de março de 2016, portanto, compreende os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março.

A exposição excessiva aos raios solares pode trazer malefícios à saúde, como envelhecimento precoce e até câncer de pele. E só com uma proteção adequada se consegue um bronzeado saudável e duradouro. Durante o verão, os efeitos nocivos do sol afetam principalmente a pele da face, pescoço, colo e braços, que são as partes mais expostas do corpo.
Os raios ultravioletas (UV) também são prejudiciais. Existem dois tipos principais para a pele: o UVA, que penetra mais profundamente e é o maior responsável pelo envelhecimento, e o UVB, que penetra menos, e é responsável pelas manchas e pelo câncer de pele.

Existem filtros modernos com grande aderência na pele e que saem pouco dentro da água. Por isso, crianças devem sempre usá-los, principalmente quando na praia ou piscina. As pessoas que tem a pele muito oleosa ou com espinhas, devem usar filtros ou hidratantes leves em gel ou sem óleo, para evitar o agravamento da acne. Já os pacientes que possuem manchas escuras (melasma ou cloasma) devem ter cuidado redobrado com o sol e usarem filtros com FPS de 45 a 60.

A expressão verão vem do latim vulgar veranum, isto é, veranuns tempus. A estação de verão é caracterizada por dias mais longos que as noites. Ocorrem mudanças rápidas nas condições diárias do tempo, levando à ocorrência de chuvas

de curta duração e forte intensidade, principalmente no período da tarde. Considerando o aumento da temperatura do ar sobre o continente, estas chuvas são acompanhadas por trovoadas e rajadas de vento em Mato Grosso do Sul.

O verão terá influência do El Niño, portanto, terá chuvas acima da média, na região sul, para todos os meses. As chuvas de verão podem estar associadas à passagem de sistemas frontais e à formação do sistema meteorológico conhecido por Zona de

Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), cuja principal característica é a ocorrência de chuvas por vários dias, resultando em enchentes e deslizamentos de terra. O veranico

(períodos de estiagem com duração de 7 a 15 dias), comum nessa época do ano, terá mais chances de acontecer no mês de março, quando o fenômeno El Niño ficará mais fraco.

Em Mato Grosso do Sul as chuvas variam de 109 mm a 300,9 mm, segundo os dados históricos.

Cuidados a serem tomados, em relação à umidade relativa do ar

agua

Entre 21 e 30%

  • Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas
  • Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água,  etc.
  • Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas etc.
  • Consumir água à vontade.

Entre 12 e 20%

  • Suprimir exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas
  • Evitar aglomerações em ambientes fechados
  • Usar soro fisiológico para olhos e narinas

Abaixo de 12%

Estado de emergência

  • Observar as recomendações para os estados de atenção e de alerta
  • Determinar a interrupção de qualquer atividade ao ar livre entre 10 e 16 horas como aulas de educação física, coleta de lixo, entrega de correspondência etc.
  • Determinar a suspensão de atividades que exijam aglomerações de pessoas em recintos fechados como aulas, cinemas, etc. entre 10 e 16 horas.
  • Durante as tardes, manter com umidade os ambientes internos, principalmente quarto de crianças, hospitais etc.

Fonte:  Cemtec MS / Divulgação

Comentários

comentários