Condenado a 20 anos homem que matou e carbonizou corpo de advogado

Polícia criminal durante perícia junto ao veículo (Foto: Cido Costa)

A Justiça condenou Juliander de Oliveira Alcântara, a 20 anos e oito meses de prisão pela morte do advogado Valmir Leite Júnior. O julgamento no Tribunal do Juri aconteceu nesta terça-feira, em Dourados.

De acordo com a justiça, no dia do homicídio, Juliander retornava da fronteira em companhia do advogado quando ocorreu uma discussão a caminho da casa do pai do acusado.

Durante o trajeto, quando Valmir parou o carro para urinar, num canavial, foi atacado pelo cliente de 26 anos, com uma gravata e esfaqueado.

Conforme a polícia, o autor pegou o Ford Fusion. de Valmir, foi a um posto e comprou combustível, voltou, colocou o corpo dentro do porta-malas do veículo, dirigiu até um lixão em Dourados e ateou fogo no veículo. A arma do crime, uma faca descartada próximo ao canavial, não fio encontrada.

Além de advogado, Valmir era repórter fotográfico e tinha acabado de começar um curso de medicina no Paraguai.

Comentários