Conab aponta queda de 32% na produção de milho em MS

Em meio a reta final da colheita da segunda safra de milho em Mato Grosso do Sul, também chamada de safrinha ou safra de inverno, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgou nesta terça-feira (11) um novo levantamento que aponta uma redução da produção no estado de 32% neste ciclo (17/18) frente ao anterior (16/17), com o volume recuando de 9,609 milhões de toneladas para 6,536 milhões de toneladas.

O levantamento da Conab aponta o clima como o fator preponderante para essa quebra de produtividade nesta temporada.

Essa redução ocorre em razão da diminuição de 2,3% na área cultivada, de 1,759 milhão de hectares para 1,720 milhão de hectares e da produtividade sul-mato-grossense ter despencado neste ciclo 30,4%, caindo de 5.460 quilos por hectare (91 sacas por hectare) para 3.800 quilos por hectare (63,3 sacas por hectare).

O levantamento da Conab aponta o clima como o fator preponderante para essa quebra de produtividade nesta temporada. Segundo o relatório, “o clima se comportou bem, da germinação da cultura até o início de abril, quando ocorreu um veranico [período de estiagem com altas temperaturas] com duração de 40 dias na porção sudoeste, sul e sudeste de Mato Grosso do Sul [alguns dos principais polos do estado] provocando uma redução de 30% na produtividade dessas áreas. Devido aos atrasos em cadeia, a colheita de milho adentrará em setembro”.

Comentários