Comunidade japonesa mantém tradição do Moti, o bolinho da prosperidade

Diz a lenda que, comer moti no primeiro dia de janeiro traz felicidade o ano todo.

Os descendentes de japoneses em Campo Grande (MS), estão há alguns anos mantendo uma tradição milenar japonesa, o festival do moti, bolinho de arroz símbolo de prosperidade na passagem do ano. Diz a lenda que, comer o bolinho no primeiro dia de janeiro garante felicidade para o resto do ano.

O festival acontece com o preparo artesanal do “moti”, um bolinho de arroz conhecido entre os japoneses como “bolinho da prosperidade”. Segundo Reiko Ide, o arroz é preparado um dia antes, ficando de molho por 12 horas, em seguida é cozido no vapor.

Tradicionalmente, as famílias se reúnem em volta de um pilão, que este ano foi improvisado pela Associação esportiva e Cultural Nipo Brasileira de Campo Grande, para socar o arroz cozido e em seguida produzir os bolinhos de moti.

O Festival do Moti reúne famílias de descendentes de japoneses para manter a tradição. (Foto: Silvio Mori/Página Brazil)

No Japão, o “Festival do Moti” acontece tradicionalmente no dia primeiro de janeiro, mas em Campo Grande a comunidade nipônica tem antecipado para o dia 31, devido as festividades do dia primeiro.

Segundo Jorge Gonda, o “Festival do Moti” é uma forma de manter a tradição da cultura japonesa entre as famílias de descendentes que aqui vivem e também entre os associados da entidade.

Este ano a Associação Nipo improvisou o pilão para socar o arroz do Moti (Foto: Silvio Mori/Página Brazil)

Comentários