Comitê Rio 2016 libera novo lote de ingressos para vôlei olímpico

O Comitê Rio 2016 libera amanhã (28) novo lote de ingressos para a Olimpíada. Eles são destinados às 46 sessões de vôlei de quadra e 34 sessões de vôlei de praia, incluindo as partidas finais masculina e feminina das duas modalidades. Os tíquetes estarão disponíveis a partir do meio-dia no endereço eletrônico do comitê.

A partir de amanhã, e todas as quintas-feiras, o Comitê Rio 2016 vai liberar novos ingressos de sessões esgotadas e de outros esportes. De acordo com o diretor de Ingressos do comitê, Donovan Ferreti, essas são liberações de contingência. Isso ocorre por causa da não utilização de espaços anteriormente bloqueados para posições de câmeras, plataformas ou itens de cerimônia, que passam a ser liberados agora para venda.

rio2016_banner

Os ingressos têm preços para todo tipo de consumidor. No caso do vôlei de quadra, os valores variam de R$ 100 a R$ 350 para as disputas da primeira fase masculina e feminina, elevando-se para a faixa de R$ 180 a R$ 420 nas quartas de finais de ambos os sexos, e para R$ 240 a R$ 600 nas semifinais das duas seleções.

Para o jogo feminino bronze, os preços variam de R$ 240 a R$ 600. Os ingressos para a final do vôlei de quadra feminino custam de R$ 260 a R$ 900. No masculino bronze, os ingressos são vendidos a partir de R$ 240 até R$ 900, variando de R$ 350 a R$ 1,2 mil na final masculina.

No vôlei de praia, os preços cobrados na fase de grupos masculino e feminino oscilam de R$ 50 a R$ 100, mesmo valor para os ingressos das oitavas de final de ambos os sexos. Para as quartas de final, os preços sobem para R$ 180 a R$ 420 e, na semifinal, de R$ 240 a R$ 600 tanto nas partidas da seleção masculina, como na feminina.

Bilheterias

O preço dos ingressos para as disputas do vôlei de praia feminino e masculino bronze e final varia de R$ 350 a R$ 1,2 mil.

A partir de junho, começam a ser entregues os ingressos de quem já comprou pela internet e escolheu recebê-los em casa. Nesse mesmo mês, o Comitê Rio 2016 abrirá a venda de ingressos nas bilheterias do Rio de Janeiro e das cidades do futebol (São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Salvador e Manaus). A venda pela internet, entretanto, continuará sendo feita em paralelo. Os preços serão os mesmos.

No Rio de Janeiro, as bilheterias serão espalhadas pelos locais de competição e em doisshopping centers. Nas cidades do futebol, a venda física dos ingressos ocorrerá em shoppings e também nos estádios.

Agência Brasil

Comentários

comentários