Com ‘Star Wars’, Disney divulga lucro recorde de US$ 2,88 bi

A Disney divulgou nessa terça-feira ter obtido lucro recorde de US$ 2,88 bilhões (R$ 11,22 bilhões), no primeiro trimestre fiscal de 2016, o que representa 32% de aumento com relação ao ano passado, graças, principalmente, ao sucesso do novo filme da saga Star Wars.

Reprodução: Poster EUA - Disney
Reprodução: Poster EUA – Divulgação Disney 

Nos três últimos meses de 2015, que representam os primeiros do novo exercício fiscal, a gigante do entretenimento teve lucro líquido por ação de US$ 1,73, contra US$ 1,27 do mesmo período do ano ano passado.

A receita da companhia aumentou, entre outubro e dezembro, para US$ 15,24 bilhões, o que representa 14% de crescimento, com incrementos em todas as linhas de negócio.

O grande impacto veio dos estúdios cinematográficos da Disney, que faturaram US$ 2,72 bilhões no período, com US$ 1,01 bilhão de lucro líquido, o que garantiu 86% de aumento com relação ao ano anterior.

Os números permitiram que a empresa fechasse o trimestre como o melhor de todos os tempos, de acordo com comunicado divulgado.

“Impulsionados pelo fenomenal sucesso de Star Wars , conseguimos os maiores lucros trimestrais da história da nossa companhia”, revelou o executivo-chefe e presidente, Robert A. Iger.

O fenômeno da série também ajudou na divisão de produtos de consumo e mídia interativa, que fez o lucro crescer 23%, chegando a US$ 860 milhões.

A única linha de negócios que experimentou queda nos lucros, de 6%, foi a televisão, o que vem despertando nos últimos meses, dúvidas entre os investidores sobre o rumo do canal esportivo ESPN , o que fez cair o valor das ações da Disney.

Segundo a empresa, nos três últimos meses os negócios televisivos conseguiram aumentar a receita de publicidade, mas viram cair o número de assinantes.

Apesar do lucro recorde e de superar as expectativas de alguns analistas, as ações da Disney caiam em torno de 4,50% nas operações eletrônicas posteriores ao fechamento da Bolsa de Nova York. No fechamento de Wall Street, a empresa apontou ter terminado a sessão com alta de 0,31%. (Terra)

Comentários

comentários