Com recursos do FIC “Surfistas de Trem” lançam CD com a “Moderna Música da Fronteira”

(Foto: Divulgação)
CD já está disponível para download gratuito na página oficial da banda. (Foto: Divulgação)

A banda fronteiriça  “Surfistas de Trem” lança seu primeiro álbum  nesta sexta –feira (02/10)  em Amambai e no domingo (04/10) em Dourados. Intitulado “Moderna Música da Fronteira”,   o  CD foi gravado com recursos do FIC (Fundo de Investimentos Culturais) da Fundação de Cultura de Cultura de MS.

Hoje, (02/10), o show de lançamento acontece em Amambai, no salão de festas da AABB, a partir das 21 horas, na festa de encerramento da Semana Acadêmica de Ciências Sociais da UEMS.  Já no domingo, (04/10), a banda se apresenta em Dourados lançando o trabalho no projeto Música Encena. O show acontece no Teatro Municipal a partir das 19 horas, com valores de entrada simbólicos.

O álbum  “Moderna Música da Fronteira” foi gravado em 2014 em Campo Grande e contou com a produção musical de Alex Cavalheri e participação de renomados músicos do Estado. O líder da banda, João Caetano ressalta a importância do Fundo de Investimentos Culturais, para que pudessem gravar o primeiro disco profissional, “graças ao FIC  conseguimos gravar este CD, pois ficaria impossível pagar as despesas.  Uma banda independente como a nossa, dificilmente tem condições financeiras de arcar com  toda a produção de um disco. Somos gratos a Fundação de Cultura de MS e ao Governo do Estado por terem acreditado em nós, já que que visa mais do que tudo, ser um trabalho de fortalecimento da identidade cultural da fronteira”, diz Caetano. Ainda segundo o líder da banda, a exaltação da fronteira, sua cultura, cotidiano e peculiaridades é que inspiram os integrantes, “queremos além de homenagear os fronteiriços, chamar a atenção do público para a “fronteira cultural”, um ambiente único e diferente”, conclui.

O grupo também resolveu disponibilizar o CD para download gratuito na sua página oficial no site Palco MP; http://www.palcomp3.com/surfistas. A banda ainda lamenta a falta de oportunidades de mostrar o trabalho aqui e na fronteira, uma vez que, segundo os integrantes,  é feito principalmente para os “fronteiriços”. Compõem  a “Surfistas de Trem”; João Caetano (Vocal), George Parah (Bateria e percussão), Alexandre Parra (Guitarra), Cleyto Vieira (Guitarra), Renan Dorta (Baixo) e Jean Caetano (produção musical).

Fundação de Cultura de MS.

Comentários

comentários