Com Fred confirmado, Fluminense encara o Palmeiras em partida que ‘vale a temporada’

Mais do que a vaga na final da Copa do Brasil, a partida de hoje na Arena Palmeiras, às 22h, pela semifinal da competição, vale a temporada para o Fluminense. Depois de um ano de altos e baixos, o Tricolor tem a chance de chegar a uma decisão após a equipe estar totalmente desacreditada. E para isso, o trunfo está no retorno do ídolo e capitão, Fred, apesar de não estar em 100% de suas condições físicas, por causa de uma entorse no joelho e no tornozelo esquerdo.

Correndo contra o tempo, Fred faz tratamento intenso na academia do Fluminense Foto: Nelson Perez / Campeonato Brasileiro 2015
Correndo contra o tempo, Fred faz tratamento intenso na academia do Fluminense Foto: Nelson Perez / Campeonato Brasileiro 2015

Depois de vencer, por 2 a 1, no Maracanã, o Fluminense só precisa de um empate para chegar à decisão. E, por isso, a presença de Fred é de fundamental importância. Se fizer um gol em Fernando Prass, os palmeirenses precisarão de dois ou mais para confirmar a classificação.

— Ele (Fred) fez procedimentos no departamento médico para amarrar o joelho. Foi algo complicado. Se ele apresentar a mesma forma que hoje (ontem), joga. Ele não está 100%. Mas tem imensa vontade de ajudar. E ele é importante para o time — revelou o técnico do Fluminense, Eduardo Baptista.

Além da real chance de um título em 2015, a classificação para a final garante tranquilidade ao Fluminense. Porque animados com a decisão, a equipe terá maior motivação para reagir no Brasileiro e conquistar duas vitórias, em seis jogos, para espantar de uma vez o fantasma do rebaixamento. Segundo os cálculos matemáticos, para se manter na elite, é preciso somar o mínimo de 46 pontos e o Tricolor tem 40 pontos até agora.

A presença de Fred contra o Palmeiras também traz boas recordações aos tricolores. Em dez jogos contra o rival, ele já venceu nove e marcou sete gols. A única derrota foi neste ano, pelo Brasileiro, por 4 a 1, no Maracanã. Partida esta que culminou com a demissão de Enderson Moreira do cargo de treinador.

— Fred se tratou, quer ajudar. Ele é importante para todos e sabe disso. Por isso, pediu para jogar. É o nosso líder — opinou Baptista.

A sorte está lançada. E nos pés de Fred pode estar a vaga para a sonhada final.

EXTRA

Comentários

comentários