Com escolta da PF, Bolsonaro vota e fala em vitória no 1º turno

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), votou na manhã deste domingo (7) sob forte esquema de segurança na zona oeste do Rio. Ele chegou ao seu local de votação, Escola Rosa da Fonseca, antes das 9h e disse que acredita em vitória em primeiro turno. “Dia 28 é praia”, disse, em referência à data prevista para as votações de segundo turno.

“Sou diferente dos demais que estão aí”, afirmou o candidato a jornalistas após votar. “Não haverá negociação partidária, recebi apoio da bancada ruralista e da bancada evangélica. No varejo, temos 350 parlamentares que querem estar conosco; São deputados honestos que não querem falar com Sergio Moro em Curitiba. Vocês viram que sem fundo partidário, sem tempo de televisão, chegamos longe”, afirmou.

O presidenciável mencionou intenção de apoio internacional: “Coreia do Sul, EUA e Israel têm disposição para colaborar conosco, quero fazer parcerias com países melhores do que os nossos”, disse,

Na mídia estrangeira, nos últimos dias, diversos jornais têm publicado reportagens com tom majoritariamente negativo em relação à candidatura do capitão reformado.

Redes sociais
Bolsonaro mencionou papel da internet em sua campanha. “Temos as mídias sociais que realmente fazem com que cada eleitor decida de acordo com seu conhecimento. O eleitor se tornou independente. Não somos mais tutelados por quem quer que seja”, disse.

Mais cedo, ele saiu de casa em uma comitiva de seis carros, com os vidros escuros das janelas fechados.Os dez curiosos e apoiadores que estavam no local sequer conseguiram ver o candidato, que deve voltar ao condomínio depois de votar.

Comentários