Com aval de Jesus, Flamengo busca reposicionar jogadores no mercado

Lancepress/JP

Aos poucos, Jorge Jesus avalia e conhece as características do elenco rubro-negro (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Além de buscar reforços atendendo os pedidos de Jorge Jesus, a diretoria do Flamengo trabalha em outra frente: reposicionar alguns nomes no mercado nacional e, consequentemente, “desinchar” o elenco profissional. Hoje, 31 atletas formam o grupo à disposição do português para o segundo semestre, número considerado alto em um “plantel desequilibrado”, como o próprio apontou após o jogo-treino contra o Madureira, no último sábado, na Gávea.

Jorge Jesus já esteve reunido com a cúpula de futebol do Flamengo para passar suas impressões do elenco – com o qual trabalha no Ninho do Urubu desde o dia 20 de junho – e quais jogadores podem ser negociados. Além disso, definiu as prioridades para reforçar o plantel: lateral-esquerdo e um atacante. O VP de futebol Marcos Braz e o diretor Bruno Spindel estão à frente das tratativas.

Na última semana, o clube da Gávea mirou a contratação de Pedro, mas encerrou a negociação em nome da boa relação com a direção do Fluminense.

São cinco jogadores do atual elenco com vínculo até o final da temporada: os zagueiros Rhodolfo e Matheus Dantas, o lateral esquerdo Trauco, o lateral direito Pará e o atacante Gabigol – sendo o último por empréstimo junto à Internazionale de Milão. Assim, podem assinar pré-contrato com outro clube.

O camisa 9, titular e um dos goleadores da equipe em 2019, só sai caso o clube italiano o venda. Há uma cláusula no contrato de empréstimo que permite isso caso chegue uma proposta interessante à direção nerazurri. Gabriel Barbosa, 22 anos, chegou ao Flamengo em janeiro e tem 14 gols marcados em 26 jogos.

Entre os demais citados, Pará é quem mais atuou. Também são 26 atuações do camisa 21, que jamais foi unanimidade na lateral direita e, com a chegada de Rafinha, deve perder espaço com o técnico Jorge Jesus. Como fez seis partidas no Brasileirão, o jogador de 33 anos pode defender outro clube no Brasileirão.

Os outros atuaram bem menos em 2019, começando por Rhodolfo. No início do ano, sob o comando de Abel Braga, o zagueiro foi até titular, mas perdeu espaço para Léo Duarte e já não entra em campo desde o dia 1º de maio. São seis jogos na temporada, sendo cinco no Carioca e somente um pelo Brasileiro.

Titular da seleção peruana, semifinalista da Copa América, Miguel Trauco não ameaçou a vaga de Renê, entrando em campo pelo Flamengo 10 vezes no ano, sendo titular três vezes no Campeonato Brasileiro e outras cinco no Estadual.

O jovem Matheus Dantas, por sua vez, foi acionado no decorrer de duas partidas em 2019, contra o Resende, no Carioca, e São Paulo, no Brasileirão.

As saídas não estão restritas a esses nomes, cabe a diretoria do Flamengo atrair clubes interessados nos atletas, aliando o desejo do jogador em sair do Rubro-Negro para defender determinado clube no segundo semestre de 2019.

Comentários